0

"Foi mais grave que esperávamos", diz filho de Bolsonaro

6 set 2018
19h00
atualizado às 19h07
  • separator
  • comentários

O deputado estadual e candidato do PSL a senador pelo Rio, Flávio Bolsonaro, afirmou no início da noite desta sexta-feira 6, no Twitter, que o ferimento sofrido pelo presidenciável Jair Bolsonaro foi pior do que se esperava.

Foto: Fábio Motta / Estadão

"Infelizmente foi mais grave que esperávamos. A perfuração atingiu parte do fígado, do pulmão e da alça do intestino. Perdeu muito sangue, chegou no hospital com pressão de 10/3, quase morto... Seu estado agora parece estabilizado. Orem, por favor!", afirmou na rede social.

Já o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), outro filho do presidenciável, disse que está indo para Juiz de Fora (MG) e que as informações sobre o estado de saúde do candidato ao Planalto estão desencontradas.

Pelo Twitter, Eduardo pediu aos internautas que tenham fé e orem pelo pai. "Soldado que vai a guerra e tem medo de morrer é um covarde", citou.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade