0

Ministro do STF libera vídeo de reunião de Bolsonaro

22 mai 2020
17h31
atualizado às 17h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), divulgou nesta sexta-feira (22) uma cópia da gravação de uma reunião realizada no dia 22 de abril entre o presidente Jair Bolsonaro, o vice Hamilton Mourão, ministros e presidentes de bancos públicos.

Bolsonaro foi acusado pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro
Bolsonaro foi acusado pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O vídeo foi apontado pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de tentar interferir politicamente na Polícia Federal.

Com a decisão, qualquer cidadão poderá ter acesso ao conteúdo do encontro de ministros com o presidente. Segundo comunicado do STF, a única restrição imposta foi a trechos específicos em que há referência a dois países com os quais o Brasil mantém relação diplomática.

A reunião foi citada por Moro em depoimento à PF. Desde a saída do ex-ministro, o presidente nega que tenha tentado interferir em investigações da Polícia Federal.

As imagens da reunião haviam sido entregues pelo advogado-geral da União, José Levi do Amaral, em um HD externo. De acordo com documento que comprova a entrega, a mídia "contém o inteiro teor, sem qualquer edição ou seleção de fragmento" da gravação.

Texto em atualização...   

Veja também:

Governo teme que atos de rua cresçam e se tornem pró-impeachment
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade