PUBLICIDADE

Rio Acre segue na cota de transbordamento, mas há indício de estabilização

Idosos ilhados, incidente com prefeito e mais, confira o que está acontecendo no Estado do Acre

3 mar 2024 - 16h43
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução/Dhárcules Pinheiro/Sejusp

O Estado do Acre segue em situação de emergência devido às enchentes, que tiveram início com o transbordamento do Rio Acre. No último boletim do governo, divulgado na manhã deste domingo, 3, o Rio Acre continua acima da cota de transbordo e chegou a 17,63 metros, na capital.

Segundo o Serviço Geológico do Brasil (SGB), o ritmo de subida do rio está mais lento em comparação ao observado ao longo da semana, o que indica uma possível estabilização.

Além disso, o rio está em processo de descida nos municípios de Xapuri (AC), onde atingiu a marca de 15,25 m, acima da cota de inundação de 13,4 m; em Brasiléia (AC), com marca de 7, 4 m, dentro da faixa da normalidade; e em Assis Brasil (AC), com 5 m, também dentro da faixa de normalidade.

Desabrigados

Casa inteira é arrastada por correnteza após fortes chuvas no Acre:

Vinte e oito idosos ficaram ilhados em um asilo, o Lar Novo Hamburgo no bairro Centro, em Tarauacá, na sexta-feira, 1º. Eles tiveram que ser resgatados pelo Corpo de Bombeiros. Os idosos foram levados ao Instituto de São José, que funciona como um abrigo. As informações são do jornal regional AC24horas.

Segundo o governo do Estado, entre os afetados há pessoas desabrigadas, desalojadas e aquelas que, mesmo com a chegada das águas, ainda não conseguiram deixar as suas casas. 

Com base nos dados atualizados de ocorrências do Corpo de Bombeiros Militar do Acre (CBMAC), nas 13 cidades mais críticas, há 83 abrigos públicos atendendo 9.049 pessoas desabrigadas. Além disso, há 15.826 pessoas desalojadas, ou seja, que foram para casa de familiares ou amigos. 

Dos 22 municípios acreanos, 17 estão com a emergência reconhecida pelo governo federal após decreto publicado pelo governador Gladson Cameli. Os municípios são: Rio Branco, Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia, Porto Acre, Plácido de Castro, Capixaba, Xapuri, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Feijó, Tarauacá, Santa Rosa, Jordão, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Mâncio Lima.

Bombeiros, Defesa Civil, gestão estadual e municipal montaram uma força-tarefa para fazer a remoção das famílias para lugares seguros e para viabilizar o envio de água, cestas básicas, materiais de limpeza, higiene pessoal e medicamentos. 

Barco virou

Embarcação com prefeito e deputado vira em rio no interior do Acre
Embarcação com prefeito e deputado vira em rio no interior do Acre
Foto: Reprodução/Instagram:@zequinhalimaprefeito

O prefeito do município Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP), e o deputado federal Zezinho Barbary (PP-AC) sofreram um incidente no Rio Valparaíso, no Acre. O barco em que estavam virou, na tarde deste sábado, 2, quando os políticos cumpriam agenda de trabalho na zona rural da cidade. 

Nas redes sociais, o prefeito falou sobre o ocorrido e afirmou que sua equipe está bem. Além dele e do deputado, outras dez pessoas da comitiva estavam na embarcação. 

"Tivemos um incidente com nossa embarcação no Rio Valparaíso, mas, graças a Deus, todos estão seguros. Esses são riscos que a população ribeirinha encara diariamente", disse o político. 

Um vídeo que o próprio prefeito publicou mostra o momento em que o barco virou, e algumas pessoas caíram na água. O prefeito relatou que eles precisaram se segurar em uma árvore.

"Está a turma toda com colete", destacou ele, atualizando depois que todos estavam em segurança. 

O deputado Zezinho também se pronunciou sobre o ocorrido.

"São coisas que acontecem, né? A gente que vem pro 'beiradão' do rio, para visitar a população, conhecer as dificuldades, aí quando acontece algo desse com a gente mesmo, a gente sabe realmente a realidade e do que a população sofre, dos riscos que a população enfrenta. Só temos a agradecer a Deus, né, por estar todo mundo inteiro aqui após um naufrágio", disse. 

Após o susto, a comitiva prosseguiu com as atividades programadas na região. 

Como ajudar

Além das arrecadações fornecidas por secretarias, instituições e ONGs, o governo estadual relançou a campanha Juntos Pelo Acre. Estão sendo aceitas doações de cestas básicas, água mineral, kits de limpeza e higiene pessoal.

Para ajudar, caso esteja na região, basta levar os itens para a Biblioteca Pública de Rio Branco (Avenida Getúlio Vargas, 389 - Centro). Também é possível fazer doações via Pix (SOS2024), para quem desejar ajudar financeiramente. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade