PUBLICIDADE

MP designa promotor para acompanhar caso Ilana Kalil

Mulher do médico Renato Kalil tinha 40 anos e atuava como instrumentadora cirúrgica

15 mar 2022 - 09h29
(atualizado às 09h30)
Ver comentários
Publicidade
Ilana Kalil morreu aos 40 anos
Ilana Kalil morreu aos 40 anos
Foto: Reprodução/Facebook

O Ministério Público do Estado de São Paulo confirmou, em nota enviada ao Terra, a designação do promotor de Justiça Fernando Bolque para acompanhar as investigações sobre a morte de Ilana Kalil, mulher do médico Renato Kalil.

Ilana morreu nesta segunda-feira, 14. A notícia foi confirmada ao Terra pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. "O caso foi registrado como suicídio e outros detalhes serão preservados", disse o órgão público, em nota oficial.

Nutricionista de formação, Ilana tinha 40 anos e também atuava como instrumentadora cirúrgica. Ela deixa duas filhas, fruto da união com o médico.

Recentemente, Ilana usou as redes sociais para defender o marido, acusado de abuso sexual e violência obstétrica. As denúncias vieram à tona após o relato da influenciadora digital Shantal Verdelho.

Assim que a notícia da morte de Ilana Kalil surgiu na imprensa, a influenciadora digital Shantal Verdelho começou a ser hostilizada no Instagram. Os ataques tiveram a intenção de culpabilizá-la pelo fim dramático da mulher do ginecologista Renato Kalil.

Em dezembro, Shantal, casada com o modelo Mateus Verdelho, denunciou o médico por violência obstétrica. Renato Kalil negou as acusações e afastou-se do consultório por um tempo.

Atenção! Em caso de pensamentos suicidas, procure ajuda especializada como o CVV (Centro de Valorização da Vida), que funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados) pelo telefone 188, por e-mail, chat ou pessoalmente. Confira um posto de atendimento mais próximo de você.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade