PUBLICIDADE

Morre sargento que estava no helicóptero que caiu no Rio

Outros três policiais foram socorridos e levados ao Hospital Central da PM, mas estão fora de perigo

14 jan 2019 - 12h29
(atualizado às 12h31)
Compartilhar
Exibir comentários

O sargento Felipe Marques de Queiroz, de 37 anos, uma das vítimas da queda do helicóptero da Polícia Militar (PM), no Rio de Janeiro, morreu na manhã desta segunda-feira (14). Ele era um dos quatro tripulantes que estavam na aeronave do Grupamento Aeromóvel (GAM) da PM durante o acidente.  

Embarcações da Marinha e do Corpo de Bombeiros durante a ação de resgate após o helicóptero da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) cair por volta das 9h da manhã desta segunda-feira, 14, na Baía de Guanabara, próximo à Cidade Universitária, na zona norte da capital fluminense
Embarcações da Marinha e do Corpo de Bombeiros durante a ação de resgate após o helicóptero da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) cair por volta das 9h da manhã desta segunda-feira, 14, na Baía de Guanabara, próximo à Cidade Universitária, na zona norte da capital fluminense
Foto: FÁBIO MOTTA / Estadão Conteúdo

Outros três policiais foram socorridos e levados ao Hospital Central da PM, mas estão fora de perigo, de acordo com informações de policiais.

A aeronave Fênix 08 do GAM, um helicóptero do modelo esquilo, patrulhava a Linha Vermelha, principal via de ligação entre a Baixada Fluminense e o centro do Rio, quando teve que, segundo a PM, "fazer um pouso forçado na água", nas proximidades das ilhas do Governador e do Fundão, na manhã desta segunda.

O helicóptero, segundo a PM, estava com manutenção regularizada. O acidente será investigado pela Aeronáutica e pelo Centro de Criminalística da PM.

Veja também:

Motorista de ônibus salva bebê que andava sozinha pelas ruas:
Agência Brasil Agência Brasil
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade