PUBLICIDADE

Médico é preso acusado de facilitar a execução de paciente no Guarujá

Ortopedista Alexandre Pedroso trabalha no Hospital Santo Amaro, no litoral de São Paulo, onde um homem foi executado a tiros em abril

17 mai 2022 - 15h09
(atualizado às 16h30)
Ver comentários
Publicidade
Médico é preso acusado de facilitar crime dentro de hospital
Médico é preso acusado de facilitar crime dentro de hospital
Foto: Reprodução | TV Tribuna

Um médico ortopedista de 58 anos foi preso no Guarujá, litoral de São Paulo, acusado de facilitar a entrada de criminosos que executaram um paciente nas dependências do Hospital Santo Amaro onde trabalhava.O crime aconteceu no final de abril.

Alexandre Pedroso foi localizado pela Polícia Civil durante o plantão no mesmo local. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), o médico é suspeito de integrar uma uma organização criminosa e ainda de ser coautor em um homicídio qualificado.

Segundo nota enviada ao Terra, o médico cumprirá prisão temporária e agentes da Polícia Civil seguem em diligências para esclarecimento do caso. Maiores detalhes não foram passados à imprensa.

"O caso foi registrado na 3ª Delegacia de Homicídios do DEIC e encaminhado à Delegacia de Guarujá. Diligências seguem em andamento para o esclarecimento dos fatos e detalhes serão preservados para garantir a autonomia do trabalho policial", diz a nota oficial.

Relembre o crime

Dois homens invadiram o Hospital Santo Amaro e mataram a tiros Gilianderson dos Santos, de 37 anos. A vítima tinha acabado de receber alta e estava numa cadeira de rodas, aguardando para deixar o hospital.  Os criminosos, que usavam capacetes, renderam os funcionários e atiraram no rapaz em frente à equipe médica de plantão.

A vítima estava internada após ter sido baleado na nádega e na perna. Ele deu entrada no hospital em companhia de familiares e sem documentos. No boletim de ocorrência registrado a vítima disse que teria sido abordado na rua e sua bicicleta e mochila teriam sido levadas.

Fonte: Redação Terra
Publicidade
Publicidade