PUBLICIDADE

Cidades

BA: chef morto teria fugido da Espanha por envolvimento em fraudes milionárias

David Peregrina Capó foi apontado como líder de organização que desviou mais de 2 milhões de euros

28 nov 2023 - 21h28
(atualizado às 23h40)
Compartilhar
Exibir comentários
Chef morto na Bahia fugiu da Espanha por envolvimento em escândalo de fraudes de mais de R$ 10 milhões.
Chef morto na Bahia fugiu da Espanha por envolvimento em escândalo de fraudes de mais de R$ 10 milhões.
Foto: Reprodução/El Mundo

O chef de cozinha David Peregrina Capó, de 53 anos, teria vindo para o Brasil para fugir de um escândalo de fraudes de mais de R$ 10 milhões, conhecido na Espanha como “hipotecas fantasmas”. O homem foi encontrado morto junto da esposa em Porto Seguro, na Bahia, na última sexta-feira, 24. 

De acordo com informações do jornal El Mundo, um dos principais da Espanha, o chef foi um dos 28 acusados de participar de um esquema de falsos empréstimos imobiliários no banco Caja Rural, onde trabalhou como diretor de sucursal entre 2003 e 2004. 

O grupo desviou mais de 2 milhões de euros, o que, na cotação atual, equivale a cerca de R$ 10,7 milhões. Na época, os jornais da ilha de Maiorca, terra natal do chef, noticiaram o caso com o nome de “hipotecas fantasmas” e apontaram David como líder da organização. 

Porém, pouco depois, segundo o El Mundo, houve a suspeita de que ele teria fugido para o Brasil para construir uma nova vida. A Justiça espanhola chegou a emitir dois mandados de busca e apreensão contra o chefe, em 2012, e o julgamento aconteceu ainda naquele ano. 

David era condenado a seis anos de prisão pelos crimes de fraude, apropriação indébita e falsificação de documentos. 

Chef de cozinha David Pegrina Capó e a mulher dele, Érica da Silva Santos
Chef de cozinha David Pegrina Capó e a mulher dele, Érica da Silva Santos
Foto: Reprodução redes sociais / Perfil Brasil

Relembre o caso

Os corpos do casal foram encontrados na última sexta-feira. Segundo a Polícia Civil, eles estavam às margens do rio Buranhém, com perfurações por arma de fogo. O caso ainda está sendo investigado. 

David e a esposa brasileira, Érica da Silva Santos, eram donos de um restaurante na ilha do Pau do Macaco, na Bahia. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade