PUBLICIDADE

O que se sabe sobre caso de chef de cozinha espanhol e esposa brasileira encontrados mortos na BA

Corpos de David e Érica foram encontrados com perfurações provocadas por arma de fogo

28 nov 2023 - 11h32
(atualizado às 12h43)
Compartilhar
Exibir comentários
David Pegrina Capó e Érica da Silva Santos
David Pegrina Capó e Érica da Silva Santos
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O chef de cozinha espanhol David Pegrina Capó, de 53 anos, e a sua esposa brasileira, Érica da Silva Santos, de 38, foram encontrados mortos em Porto Seguro, na Bahia, no fim da última semana. Os corpos tinham marcas de tiro.

A seguir, o Terra reuniu informações sobre o que se sabe sobre o caso. Saiba mais:

Quem eram as vítimas?

David e Érica eram donos do restaurante Ilha dos Ribeirinhos, que ficava perto do Rio Buranhém, na região da Ilha do Pau do Macaco. Ele era natural de Mallorca, ilha na Espanha. Já ela nasceu em Itagimirim, no Estado da Bahia. 

Por meio das redes sociais, o restaurante publicou uma nota de pesar: "Sabemos que David e Érica eram pessoas muito queridas por todos pelo seu carinho, profissionalismo, amizade e alegria. Para sempre os teremos em nossa memória e em nosso coração com muita gratidão e saudade", diz a publicação.

O casal também era bastante ativo nas redes sociais e gostava de publicar fotos do dia a dia. Em um post recente, o chef fala sobre o amor que ele e Érica tinham pela Bahia.

"Nosso lugar no mundo. Um lugar que nos aceitou, nos ensinou e nos transformou em pessoas melhores. É nítida nossa alegria, pois temos a oportunidade de fazer o que amamos! E felizes por compartilhar essa experiência com vocês", escreveram. 

Onde os corpos foram encontrados?

Segundo as autoridades, os corpos das vítimas foram encontrados com perfurações provocadas por arma de fogo. O crime aconteceu no restaurante e casa deles, que fica na margem do rio Buranhém, na Ilha do Pau do Macaco.

Conforme informações da TV Santa Cruz, afiliada da TV Bahia, o corpo de Érica foi localizado na parte externa do restaurante. Já o de David estava dentro de casa. Érica também tinha um filho, que vivia no imóvel, mas não estava no local no momento do crime.

O que diz a Polícia?

A suspeita da Polícia Civil é de duplo homicídio. Conforme a emissora local, a corporação trabalha com a hipótese de que eles foram executados por alguns motivos: não há indícios de roubo no local do crime e a única forma de chegar ao restaurante é por meio do rio, o que dificulta o acesso.

Até segunda-feira, três pessoas foram ouvidas pela polícia. Diligências na Ilha do Pau do Macaco também estão sendo realizadas. A corporação ainda estuda quebrar os sigilos bancário e telefônico do casal.

O Terra solicitou a Polícia Civil da Bahia mais informações sobre o andamento das investigações. Assim que obtiver retorno, a matéria será atualizada.

O que dizem as pessoas próximas ao casal?

Os corpos de David e Érica foram enterrados no último sábado, 25, em Itagimirim, na Bahia. No sepultamento, amigos contaram à TV Santa Cruz que o casal vivia uma vida simples e eram pessoas que gostavam de fazer o bem.

"Viviam o amor, a gastronomia. O David se apaixonou à primeira vista pela Érica, pela nossa região e infelizmente esbarrou na maldade", disse Cristian Fragoso, um amigo deles.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade