PUBLICIDADE

Barbieri do Brasil comenta sobre ciclo de vida dos produtos

Barbieri do Brasil, fabricante de perfis de aço galvanizado para drywall e light steel framing destaca que o procedimento é essencial para garantir a qualidade e segurança na instalação de componentes sustentáveis para a construção civil

1 mar 2024 - 10h28
Compartilhar
Exibir comentários

Segundo a indústria siderúrgica, a Análise do Ciclo de Vida (LCA) pode ser definida como um procedimento objetivo e embasado cientificamente que permite quantificar todo o consumo de recursos e todas as emissões associadas a um produto, ao longo de seu ciclo de utilização, que vai desde a sua origem até o final de sua vida útil. 

Foto: Divulgação / DINO

Nesse ponto, as indústrias garantem que essa verificação é essencial para qualquer tipo de produto, especialmente os que estão relacionados ao segmento siderúrgico e químico. Inclusive, essa análise é certificada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Segundo Nicolás Paoloni, gerente industrial da Barbieri do Brasil, quando falamos sobre o ciclo de vida de um produto, para que haja uma construção mais sustentável, é importante averiguar como foi feita a fabricação, considerando desde a extração da matéria-prima até a distribuição no mercado. "Os consumidores estão exigindo cada vez mais produtos ecologicamente sustentáveis. No entanto, a análise do ciclo de vida dos mesmos depende de diversas variáveis, que só poderão ser definidas averiguando caso a caso, e não universalmente", comenta o executivo.

Paoloni exemplifica que, no caso de um produtor, a análise do ciclo de vida dos materiais irá permitir a definição das estratégias para melhorar o desempenho ambiental do produto, já que ele estará ciente sobre a origem e possíveis danos do material. Além disso, por meio dessa análise, uma universidade ou organização de ciência e tecnologia poderá orientar as atividades de pesquisa para reduzir os impactos da extração da matéria prima no meio ambiente. Já para os tomadores de decisão política, Paoloni destaca que o estudo irá ajudá-los a promover produtos com menor impacto ambiental. "Para garantir a confiabilidade, é importante haver uma série de normas específicas para a confecção dos produtos. Essas normas definem, entre outras coisas, as bases metodológicas para a elaboração das Regras de Categoria de Produto (PCR) utilizadas para a preparação e publicação das Declarações Ambientais de Produto (EPD)", explica. 

O executivo ressalta que, nesse processo, é importante que as empresas emitam uma Declaração Ambiental do Produto (EPD), que consiste em um documento verificado e registrado de forma independente que comunica as informações transparentes e comparáveis sobre o impacto ambiental do ciclo de vida dos produtos de maneira confiável. "Na Barbieri, trabalhamos com a Análise do Ciclo de Vida de todos os nossos produtos para transparecer cada vez mais o impacto de cada componente, além de lançar as bases de nosso processo de melhoria contínua e minimização de impactos. Foi um processo longo e minucioso que exigiu um trabalho colaborativo de recolha de informação, não só internamente com as várias áreas da organização, mas também externamente com toda a nossa cadeia de valor, de forma a estabelecer uma base de dados mais próxima da realidade dos nossos produtos", finaliza Paoloni. 

Sobre a Barbieri do Brasil

A Barbieri do Brasil nasceu em 2010 como empresa 100% brasileira, mas contando com a experiência da Barbieri Argentina, empresa de família fundada em 1953, fabricante de produtos para o mercado da construção a seco. Barbieri do Brasil é uma indústria dedicada à fabricação de perfis de aço galvanizado para drywall, perfis de aço galvanizado estrutural para light steel framing, possuindo tecnologia de nível internacional e atingindo com seus produtos o território inteiro do Brasil.

Website: https://www.adbarbieri.com/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade