PUBLICIDADE

Vasco se manifesta após capitão na Copinha relatar ter sido vítima de racismo

Lucas Eduardo alegou que foi atingido por uma garrafa e que ouviu gritos de "macaco" vindos da arquibancada

14 jan 2024 - 20h49
(atualizado em 15/1/2024 às 11h11)
Compartilhar
Exibir comentários
Vasco emitiu uma nota de repúdio ao que aconteceu com o jogador
Vasco emitiu uma nota de repúdio ao que aconteceu com o jogador
Foto: Lance!

O Vasco emitiu uma nota oficial após Lucas Eduardo, capitão da equipe na Copa São Paulo de Futebol Júnior, ter alegado que foi vítima de racismo durante o jogo contra o Vitória, que eliminou a equipe da competição.

7 tipos de racismo para não reproduzir 7 tipos de racismo para não reproduzir

Em uma mensagem publicada pelo atleta nas redes sociais, Lucas Eduardo alegou que foi atingido por uma garrafa e que ouviu gritos de "macaco" vindos da arquibancada, na partida que foi disputada em Guarulhos.

"Como eu disse: tinha tudo para ser perfeito. Porém, a gente aprende a duras penas que a vida não é feita de caminhos perfeitos. Neste 13 de janeiro de 2024, tive a derrota mais dolorosa da minha carreira em todos os cenários possíveis", escreveu o jogador em seu Instagram.

Veja a postagem feita por Lucas Eduardo

Neste domingo (14), o Vasco emitiu uma nota de repúdio ao que aconteceu com o jogador. Segundo informado pelo clube carioca, o Cruz-Maltino está tomando as medidas necessárias para investigar e punir os responsáveis.

- O Vasco da Gama repudia as agressões sofridas por Lucas Eduardo e está tomando as medidas necessárias para investigar e punir os responsáveis. As agressões e crimes dessa natureza não serão tolerados e serão fortemente combatidos - publicou o Vasco.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade