PUBLICIDADE

Judocas cegos paraibanos fazem vaquinha para participar de competição nacional

Atletas de Campina Grande buscam financiamento para Grand Prix de judô paralímpico que acontece em São Paulo

13 abr 2023 - 14h20
(atualizado às 14h24)
Compartilhar
Exibir comentários
Wellington Feliciano (primeiro à direita), usou o Twitter para fazer uma vaquinha para participar do Grand Prix de judô paralímpico
Wellington Feliciano (primeiro à direita), usou o Twitter para fazer uma vaquinha para participar do Grand Prix de judô paralímpico
Foto: Arquivo Pessoal

O estudante de Letras e judoca Wellington Feliciano, de 21 anos, resolveu, junto da amiga, a também judoca Maria de Fátima Rocha, fazer uma vaquinha online para participarem do Grand Prix de judô paralímpico, que acontece entre 02 e 04 de maio em São Paulo. Os dois atletas têm deficiência visual. 

Wellington vive em Campina Grande, na Paraíba, e nunca teve oportunidade de participar de um campeonato adulto por falta de patrocínio. "As viagens costumam ser caras e só consegui participar das competições infantis, que eram fianciadas pelo estado, e, em 2019 e 2021, participei pela universidade", explicou ele em entrevista ao Terra NÓS. 

O jovem começou a treinar em 2012, aos 10 anos, no Instituto de Educação e Assistência aos Cegos do Nordeste e nunca mais parou. 

A decisão de participar do Grand Pix foi de Maria de Fátima, que já ganhou bronze na competição em anos anteriores. Com o incentivo da amiga, Wellington fez a inscrição e ambos lançaram a campanha no Twitter. 

A dulpa pretente arracadar R$ 3.084,00 e até a publicação desta materia obtido estava em R$ 1.618,00. A chave pix da vaquinha é: 08d221c2-1fa9-4d3e-b352-57dbf186b3bc.

"Eu espero trazer uma medalha para casa, minha primeira medalha em uma competição adulta. Seria bem importante", deseja o jovem.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade