PUBLICIDADE

Fornecedora brasileira apresenta coleção especial inspirada na luta contra o racismo

Assinado pela Volt Sport, projeto 'Consciência Negra Todo Dia' reacende importância sobre o tema também no futebol

10 out 2022 - 08h11
(atualizado às 10h00)
Compartilhar
Exibir comentários
América-MG é uma das equipes que tem uma camisa especial da luta contra o racismo
América-MG é uma das equipes que tem uma camisa especial da luta contra o racismo
Foto: Igor Pola/Volt Sport

A Volt Sport, fornecedora de material esportivo 100% brasileira, apresentou uniformes especiais voltados para a luta contra a discriminação racial. América-MG, Botafogo-SP, CSA, Figueirense, Santa Cruz e Vitória terão camisas com referências ao tema.

Batizada de "Consciência Negra Todo Dia", a linha é lançada intencionalmente antes da data oficial do Dia da Consciência Negra, em 20 de novembro, mesmo dia que começa a Copa do Mundo do Catar. O objetivo é que o tema seja lembrado diariamente, fazendo jus ao nome da campanha.

Produzidos em uma edição limitada, os uniformes são inteiramente pretos. Já os escudos das equipes, localizados do lado esquerdo superior do peito, contam com relevo e textura emborrachadas. A logomarca da empresa foi aplicada em plotter. No centro, carregam o patch especial com o nome da campanha. Além disso, as camisas trazem alusões à cultura afro, com detalhes nas mangas ou na barra.

"Desde a fundação da marca, essa é uma das nossas idealizações mais especiais nesta trajetória. Em 2021, lançamos para dois clubes e foi um sucesso, tanto do engajamento do torcedor quanto do aspecto social. Neste ano, pulverizamos a ideia, teremos diversas peças especiais para ajudar na luta contra este problema que, infelizmente, ainda está fortemente presente na sociedade", afirma Fernando Kleimmann, sócio-diretor da Volt.

Os modelos oficiais custam R$ 199,90, com 10% de desconto para os sócios-torcedores de cada agremiação. As vendas já estão disponíveis no e-commerce e nas lojas físicas dos times.

Presentes no portfólio da Volt, Remo e Criciúma, duas agremiações extremamente engajadas na luta contra o racismo, não participam do projeto. O clube paraense terá um modelo produzido com a mesma temática por outro fornecedor. Já a linha carvoeira, lançada recentemente pelos catarinenses, conta com similaridades em relação aos uniformes apresentados nesta campanha.

SELEÇÃO

Em setembro, Volt Sport lançou camisas amarelas em homenagem à seleção brasileira que tenta o hexa na Copa do Mundo do Catar. O grande diferencial está nos ombros e nas laterais. Cada clube conta com personalizações diferentes, com várias alusões a símbolos que homenageiam a história e a força das equipes e das cidades em que estão localizados, como estádios, monumentos locais, ano de fundação, entre outras informações.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade