PUBLICIDADE

'Fiquei muito mal', desabafa Bruno Gagliasso após episódios de racismo com seus filhos

Bruno e Giovanna Ewbank são pais adotivos de Titi e Bless, além de ter um filho biológico, o pequeno Zion

9 jul 2022 - 17h51
(atualizado às 17h53)
Ver comentários
"Não me chama, não vou fazer um trabalho que não tem gente preta"
"Não me chama, não vou fazer um trabalho que não tem gente preta"
Foto: Reuters

Bruno Gagliasso desabafou sobre a dor de ver seus filhos sofrerem racismo. 

 Durante participação no programa 'Saia Justa', do GNT, o ator falou sobre como lidar com esse preconceito é algo doloroso para sua família.

 “Vou ser um eterno antirracista e vou estar sempre em desconstrução porque fui criado de uma maneira que não me ajudou, não fui educado dessa maneira. Tive que aprender vendo os meus filhos sofrerem e isso é muito forte, muito difícil. Agora não deixo o racismo passar. Não deixo passar na escola, não deixo passar no restaurante”, desabafou o astro.

 Bruno ainda comentou como a indústria artística se comporta nessa questão, e revelou que já perdeu trabalhos por não aceitar mais preconceito velado.

 “Já vieram falar pra mim: ‘Não chama o Bruno para esse trabalho, porque ele só vai fazer se tiver gente preta’, e eu falei: ‘É isso mesmo! Avisa que é verdade.' Não me chama, não vou fazer um trabalho que não tem gente preta”, acrescentou.

Bruno e Giovanna Ewbank são pais adotivos de Titi e Bless, além de ter um filho biológico, o pequeno Zion.
 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade