PUBLICIDADE

BYD considera abrir fábrica de carros chineses também no Peru

Ministro das Relações Exteriores do Peru deu a informação sobre a montagem de veículos da BYD após visita à China

9 jul 2024 - 10h54
Compartilhar
Exibir comentários
BYD Seal: produção no Peru é uma possibilidade, segundo o Car News China
BYD Seal: produção no Peru é uma possibilidade, segundo o Car News China
Foto: BYD / Guia do Carro

A colaboração estratégica China-Peru em torno do Porto de Chancay pode culminar com a abertura de uma nova fábrica da BYD. A ideia é produzir carros elétricos e/ou híbridos chineses para complementar a produção do Brasil (já confirmada) e do México (cogitada).

“A amizade entre a China e o Peru acelerou quando a presidente peruana, Dina Ercilia Boluarte Zegarra, visitou a China em junho”, disse o site Car News China. “Ela também marcou um encontro com a BYD e a Huawei durante sua visita.” 

“Duas semanas depois a cooperação com a BYD voltou a ser manchete quando este tema foi destacado pelo Ministro das Relações Exteriores do Peru, Javier González-Olaechea.” A montagem de ônibus, trens ou baterias também é uma possibilidade.

BYD Shark: lançamento no México, mas produção ainda não confirmada
BYD Shark: lançamento no México, mas produção ainda não confirmada
Foto: BYD / Guia do Carro

Segundo a agência de notícias Andina e a mídia chinesa, Peru e China avançam num acordo de livre comércio, ou seja, sem tarifas. Isso faria com que os carros chineses entrassem na América do Sul sem imposto de importação. Mas a BYD quer mais – e, por isso, considera montar carros em solo peruano.

A princípio haveria duas opções: uma seria a fabricação do BYD Shark, uma picape híbrida plug-in do porte do Toyota Hilux (líder na região), mas que tem 429 cv de potência e vai de 0 a 100 em 5,7 segundos. Embora já tenha sido lançada no México, a picape Shark não teve sua produção confirmada.

Outra opção seria o BYD Seal, que pode entrar em vários países sul-americanos e centro-americanos competindo com carros de luxo europeus. Peru e China já administram o projeto do Porto de Chancay, que será “a porta de entrada da América do Sul para a Ásia”, facilitando também o transporte de componentes, como baterias automotivas.

Em maio de 2024, a BYD iniciou a construção de sua fábrica na Bahia e até já enviou uma equipe para treinamento na Chinal. A fábrica baiana começará a operar no início de 2025 com capacidade de produção antecipada de 150 mil carros. O primeiro modelo será o BYD Dolphin Mini, totalmente elétrico, que hoje custa R$ 115.800.

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade