PUBLICIDADE

SPFW: desfile de skins do Free Fire é um marco da moda

Arrebatador e contemporâneo, desfile de roupas inspiradas no battle royale da Garena é tributo à cultura pop

18 nov 2021 12h39
| atualizado às 12h41
ver comentários
Publicidade

Os games influenciam as massas cada vez mais e invadem os eventos ao redor do mundo. Ditando tendências de mercado, mais recentemente os jogos passaram a influenciar também o mundo da moda. Na última quarta-feira (17), um novo patamar foi alcançado com a parceria entre Free Fire, Santander e SPFW, que resultou no desfile de abertura da 52ª semana de moda em São Paulo.

Desfile inspirado em skins de Free Fire contou com 20 looks
Desfile inspirado em skins de Free Fire contou com 20 looks
Foto: Livia Camillo/Terra

Com a participação da modelo Isabeli Fontana, que abriu o desfile, roupas inspiradas em skins do Free Fire foram apresentadas ao público pela primeira vez em uma passarela. Um marco para a cultura pop.

Se até alguns anos atrás quem ditava a moda eram apenas atores e famosos, hoje é possível perceber o quanto as novas gerações são influenciadas pelos universos criados pelos games. Um novo conceito de tendência que ultrapassa o tangível e mostra a beleza digital.

E bota beleza nisso, viu? O desfile completo está disponível no vídeo abaixo. 

Foram selecionados 20 trajes do jogo, que tiveram seus looks adaptados e confeccionados pelo stylist Daniel Ueda, em parceria com o estilista Alexandre Herchcovitch.

As skins que desfilaram na 52ª edição do SPFW foram: Sakura; Hip Hop; Kit Angelical; Hypado; Sombra Roxa; Rolezeiro; Gola Alta; T.R.A.P. Zika e Brabo; T.R.A.P. Chavosa e Chavoso; Coração Urbano; Mano Milgrau; Calça Angelical; Gatitude; Loucura Rebelde; e Espírito Púrpura.

Num conceito moderno, contemporâneo e super extravagante, o desfile transportou o público para os mapas de Free Fire, com direito a trilhas brasileiríssimas de hip hop, rap e funk. Um verdadeiro espetáculo.

Ao final do desfile, as peças exclusivas entraram para um leilão, que terá seus valores totalmente revertidos para causas sociais. Os lances iniciais para os looks estavam em R$ 2.000. Inclusive, a ação "casa" muito bem com o que representa o jogo.

Afinal, Free Fire é a definição de cultura pop nos tempos atuais, atingindo jovens de todos os cantos do mundo e classes sociais. Neste ano, o battle royale bateu recorde ao superar a marca de 150 milhões de jogadores ativos diariamente. Os números foram revelados pela Sea Limited, a empresa mãe da Garena.

Por isso, ao tornar tangível algo que já é real, pelo menos para a geração Z, a SPFW prestou um tributo a uma das maiores unanimidades dos games na atualidade, e mais uma vez provou que a moda "abraça" o popular e não é um bicho de sete cabeças. 

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade