PUBLICIDADE

Naughty Dog e Insomniac são afetadas por corte realizado pela Sony

Guerrilla Games e Firesprite também terão reduções no quadro de funcionários

27 fev 2024 - 11h11
(atualizado às 13h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Estúdio de The Last of Us perderá alguns funcionários como parte das demissões anunciadas nesta terça (27) pela Sony
Estúdio de The Last of Us perderá alguns funcionários como parte das demissões anunciadas nesta terça (27) pela Sony
Foto: Divulgação / Sony

Após a Sony anunciar que vai demitir aproximadamente 900 pessoas em seus estúdios PlayStation, ela forneceu mais informações a respeito de quais desenvolvedoras serão afetadas pela decisão.

Nos Estados Unidos, a Insomniac Games de Marvel’s Spider-Man e Ratchet & Clank, assim como a Naughty Dog de The Last of Us e Uncharted, serão impactadas pelo corte, “assim como nossas equipes de tecnologia, criação e suporte”.

No Reino Unido e na Europa, o PlayStation London Studio será fechado completamente e haverá reduções no número de funcionários da Guerrilla, das franquias Horizon e Killzone, e da Firesprite, que ajudou a fazer Horizon Call of the Mountain e vem trabalhando em um novo jogo para a Sony.

Também haverá “pequenas reduções em outras equipes do PlayStation Studios”, mas não foram supridos detalhes a respeito de quais são.

Projetos cancelados

Como resultado das demissões, a Sony disse que interrompeu o desenvolvimento de alguns projetos, sem dizer especificamente os nomes deles, com Hermen Hulst, Chefe do PlayStation Studios, dizendo que "oferecer e manter experiências sociais online – permitindo que os jogadores de PlayStation explorem nossos mundos de maneiras diferentes – bem como lançar jogos em dispositivos adicionais, como PC e dispositivos móveis, requer uma abordagem diferente e recursos diferentes".

“Analisamos nossos estúdios e nosso portfólio, avaliando projetos em vários estágios de desenvolvimento, e decidimos que alguns desses projetos não irão avançar”. 

“Quero deixar claro que a decisão de interromper o trabalho nesses projetos não reflete o talento ou a paixão dos membros da equipe”, continuou. “Nossa filosofia sempre foi permitir a experimentação criativa. Às vezes, grandes ideias não se transformam em grandes jogos. Às vezes, um projeto é iniciado com as melhores intenções antes que mudanças no mercado ou na indústria resultem em uma mudança de plano”.

“Estou profundamente triste ao ver pessoas talentosas deixando a empresa. Tenho muita admiração, apreço e respeito pelo trabalho deles. O PlayStation Studios continuará a ser uma organização liderada por criadores, impulsionada pela evolução de nossas amadas franquias e trazendo novas experiências de jogo da mais alta qualidade para nossos fãs”.

Além da Sony, em janeiro a Microsoft mandou embora 1.900 funcionários da Activision Blizzard, o que acarretou no cancelamento de um novo jogo que a Blizzard vinha desenvolvendo.

Quer conhecer outros jogadores, saber das últimas novidades dos games e ter acesso a brindes e campeonatos? Participe do nosso Discord!

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade