PUBLICIDADE

Jogadores

Técnico de Nadal aposta que Federer perderá topo da ATP

29 dez 2009 - 11h01
(atualizado às 11h44)
Compartilhar

Geralmente contido e modesto nas entrevistas, Rafael Nadal costuma ver o tio e treinador, Toni Nadal, ousar um pouco mais quando fala. Nesta terça-feira, por exemplo, o homem, 48 anos, apostou que Roger Federer perderá a ponta do ranking masculino em 2010, embora tenha evitado prever que seu pupilo será o tenista a roubar-lhe o trono.

Na realidade, Rafa Nadal já tirou a coroa de Federer na ATP em agosto de 2008, quando, com os títulos do Aberto da França e Wimbledon assumiu de forma inédita a condição de número um do mundo, encerrando um período de 237 semanas consecutivas vendo o rival no topo.

Curiosamente, o suíço foi ultrapassar o jovem neste ano exatamente após realizar a mesma dobradinha nos Grand Slams do saibro e da grama e desde então lidera a lista da ATP.

"Em princípio, se tivesse que apostar por um para estar acima de todos, não o faria por Federer", confidenciou Toni, treinador do espanhol desde a infância, ao jornal El Mundo.

"Não porque não tenha a qualidade suficiente, mas porque depois de tudo o que conseguiu e de ser pai de família, é difícil manter o nível de esforço exigido".

Quando o helvético se casou com Mirka Vavrinec, em abril passado, muitos preveram a decadência do tenista devido a motivos parecidos aos citados pelo treinador de Nadal. Porém, a partir disso ele ganhou dois majors para quebrar o recorde de Pete Sampras e retomar o comando do ranking, no qual tem 1.345 pontos de vantagem sobre o maiorquino.

De qualquer forma, o equilíbrio, conforme aponta Toni, tem marcado a modalidade na atualidade e a diferença de Federer até para Juan Martín del Potro, quinto colocado, não é tão grande: 3.765 pontos.

"Mais gente se incorporou à zona das 'cabeças'. Del Potro, Murray, Djokovic, Davydenko, Verdasco, Soderling, mais Federer, que ficará entre os cinco do mundo. Será difícil também para Rafael", concluiu.

Federer e Nadal prometem travar mais um ano de rivalidade
Federer e Nadal prometem travar mais um ano de rivalidade
Foto: Getty Images
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra