PUBLICIDADE

Tênis

Alcaraz derrota Djokovic em final memorável e é campeão de Wimbledon

Espanhol acabou com série de 34 vitórias seguidas do sérvio no torneio

16 jul 2023 - 15h02
(atualizado às 15h29)
Compartilhar
Exibir comentários
Carlos Alcaraz vence o Wimbledon sobre Novak Djokovic
Carlos Alcaraz vence o Wimbledon sobre Novak Djokovic
Foto: Lance!

Depois de quatro temporadas e 34 vitórias seguidas, chegou ao fim, neste domingo, o reinado de Novak Djokovic em Wimbledon. O espanhol Carlos Alcaraz, número 1 do mundo, foi o responsável por destronar o sérvio e levantou seu primeiro título de Wimbledon.

O espanhol de 20 anos derrubou o sérvio por 3 sets a 2 com parciais de 1/6 7/6 (8/6) 6/1 3/6 6/4 após 4h42min de duração e impôs a primeira derrota de Nole na quadra central desde sua queda na final de 2013 para Andy Murray.

Djokovic tinha 34 vitórias seguidas no torneio que havia conquistado as quatro últimas edições. Ele não perdia em um Grand Slam desde as quartas de Roland Garros no ano passado (não jogou o US Open) conquistando Wimbledon em 2022, Australian Open e em Paris em 2023.

O espanhol se vinga da derrota na semi do Aberto da França onde sentiu cãibras e sucumbiu em quatro sets e derrota o sérvio pela segunda vez em três partidas entre os dois.

Carlitos ergue seu segundo Slam na carreira somando ao US Open do ano passado. Djokovic permanece com 23 conquistas e perde chance de igualar Margaret Court com 24 títulos com o recorde geral entre homens e mulheres e Roger Federer que segue como o maior vencedor do Aberto da Inglaterra com oito canecos (Djokovic permanece com sete).

Alcaraz se torna o terceiro mais jovem a vencer Wimbledon.

O jogo

Alcaraz começou com chances de quebra, mas não converteu. Djokovic aproveitou as oportunidades, quebrou, se safou em seguida e fez surpreendentes 6/1.

No segundo set o espanhol começou confirmando, conseguiu a quebra, permitiu o empate e o duelo foi ao tie-break. Carlitos saiu abaixo em 3 a 0, mas virou e fechou com série de erros de Nole. Ele marcou 7/6 (8/6) e quebrou uma sequência de quinze tie-breaks seguidos vencidos pelo sérvio em Grand Slams que durava desde o começo do Australian Open.

No terceiro o espanhol saiu quebrando, abriu 3 a 1 e o game de 25 minutos teve peso decisivo no set. Foram 30 pontos disputados e o espanhol quebrou na sétima chance após muita disputa. Djokovic desmoronou mentalmente e foi quebrado mais uma vez perdendo o set por 6/1.

No quarto set o sérvio foi ao vestiário parou o jogo por quase dez minutos e voltou melhor, resistindo nos primeiros games. Conseguiu a quebra e conduziu bem a parcial até o triunfo por 6/3.

No quinto set Nole começou tendo chances, Carlitos se safou, conseguiu a quebra a seguir com bela passada, chamou o público e foi mantendo seu serviço até o triunfo onde se jogou na quadra central que Reinou pela primeira vez.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade