1 evento ao vivo

Neymar lamenta atuação e "foge" para não falar sobre Barcelona

23 mai 2013
00h35
atualizado às 02h24
  • separator
  • 0
  • comentários

Neymar deixou a Vila Belmiro nesta quarta-feira lamentando a atuação apagada na possível despedida do estádio, no empate por 0 a 0 contra o Joinville-SC. O resultado classificou o Santos à terceira fase da Copa do Brasil. O craque santista "fugiu" dos repórteres se dirigindo ao vestiário, logo após ser questionado sobre a nova proposta do Barcelona, de 22 milhões de euros (cerca de R$ 57,8 milhões), já recusada pelo clube alvinegro.

<p>Neymar passou em branco contra o Joinville</p>
Neymar passou em branco contra o Joinville
Foto: Ivan Storti / Agência Lance

"Conseguimos a 'vitória', mas faltou um algo a mais", disse. Ao ser abordado sobre o clube catalão o atacante encerrou: "valeu, dá licença", completou. O camisa 11 teve atuação apagada no duelo e viu aumentar mais o jejum de gols, chegando a 662 minutos, ou sete jogos, sem marcar.

Neymar tem evento de um de seus patrocinadores nesta quinta e, segundo a assessoria pessoal dele, deve realizar apenas um pronunciamento para que não seja abordado sobre o futuro. O Barcelona, até então, segue sendo o único clube a oficializar proposta pelo jovem. A saída imediata tem a anuência de dirigentes do clube alvinegro, além do próprio Neymar.

A insistência do Santos por cifras superiores tem como base o convencimento ao próprio pai do jogador, que já externou o desejo de segurá-lo no País até julho de 2014, data do fim do vínculo, por vantagem contratual. Assim Neymar da Silva Santos lucraria 100% com a negociação. A diretoria, mais uma vez, colocou a venda do camisa 11 em pauta mesmo na iminência de mais uma decisão para a equipe, desta vez pela Copa do Brasil.

O mesmo ocorreu na última semana, antes da final do Paulista perdida para o Corinthians, quando os dirigentes estiveram reunidos com o estafe do jogador e os agentes Marcos Malaquias e André Cury - o último, espécie de representante do Barcelona no País e responsável pelas transferências de Henrique e Keirrison, em 2008 e 2009, para o clube espanhol.

Caso Neymar seja negociado agora o Santos, detentor de 55% dos direitos econômicos, precisaria dividir o montante da venda com a Teisa, grupo formado por conselheiros influentes do clube, dona 5%, e o Grupo DIS, 40%. A multa é de 65 milhões de euros (R$ 171,2 milhões).

O Santos, classificado por ter vencido a primeira partida por 1 a 0, em Santa Catarina, agora enfrenta o CRAC-GO, que eliminou o Betim-BH, ao vencer os dois jogos: 3 a 2 e 1 a 0.

Fonte: K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME K.R.C.DE MELO & CIA. LTDA – ME
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade