PUBLICIDADE

Projeto cria coleção de NFTs para conectar a comunidade do surfe

Iniciativa ganhou forma a partir de experiências pessoais dos fundadores do projeto com grandes nomes da modalidade, como os campeões mundiais Gabriel Medina e Kelly Slater

31 mai 2022 - 16h54
(atualizado às 18h44)
Compartilhar
Exibir comentários

Profissionais de diferentes áreas apaixonados pelo surfe viram na popularidade do esporte uma oportunidade de unir a comunidade e movimentar sua economia. O Surf Junkie Club utiliza a ascensão da web 3.0 para conectar surfistas no mundo todo, com a oferta de produtos e experiências exclusivas.

Gabriel Medina e Kelly Slater inspiram projeto que idealiza comunidade do surfe (Foto: WSL/Divulgação)
Gabriel Medina e Kelly Slater inspiram projeto que idealiza comunidade do surfe (Foto: WSL/Divulgação)
Foto: Lance!

Dentre as oportunidades anunciadas, estão o acesso a piscinas de ondas, resorts e barcos em locais internacionais de surfe, interação com lendas do esporte, criação especializada de conteúdos e um marketplace de produtos oficiais da marca.

Dentre as ferramentas com maior capilaridade neste novo ambiente estão os NFTs (non-fungible token), um registro que verifica a posse de um ativo digital.

Apesar de cópias de ativos digitais continuarem a existir e permitir que informações, imagens, vídeos e músicas digitais continuem a atingir pessoas do mundo todo a custo quase nulo, agora é possível assegurar a propriedade daquele ativo digital.

A tecnologia é nova e tem ganhado repercussão na mídia, com vendas milionárias de obras de arte e outras propriedades raras. Mas o seu potencial extrapola a monetização de ativos digitais e pode revolucionar a forma como entidades, empresas e o público organizam seus territórios de interesse.

É exatamente este potencial da NFT que a iniciativa pretende explorar. Formado por um time multidisciplinar de profissionais consagrados em suas áreas e que compartilham a paixão pelo surfe, o projeto trará uma coleção criada por Marcello Serpa, um dos designers mais premiados do Brasil.

Gerados de modo programático, as NFTs funcionarão como credenciais de acesso ao clube e ao mundo do surfe, através de utilidades exclusivas aos membros criadas a partir do relacionamento e experiências pessoais dos fundadores do projeto com grandes nomes como Kelly Slater, Gabriel Medina e Donavon Frankenreiter, entre outros.

Gerados a partir de centenas de atributos desenvolvidos por Serpa - como expressões, cabelos, roupas, pranchas, acessórios, paisagens, entre outros - cada "Surf Junkie NFT" poderá ser comercializado em breve. Mais informações podem ser acessadas pelo site surfjunkieclub.io.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade