2 eventos ao vivo
Logo do Ponte Preta
Foto: terra

Ponte Preta

Ponte Preta

Colombiano brilha, Vitória encerra "seca" e bate Ponte

Edson Ruiz/Coofiav / Gazeta Press
2 ago 2017
23h03
atualizado em 3/8/2017 às 01h17
  • separator
  • comentários

O Vitória pode respirar mais aliviado. Nesta quarta-feira, o time rubro-negro recebeu a Ponte Preta, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu por 3 a 1. O triunfo baiano foi comandado pelo atacante colombiano Santiago Tréllez, autor de dois gols. Neilton complementou o marcador, enquanto Elton descontou.

Com o resultado, o Vitória chegou a 16 pontos, se mantendo na vice-lanterna do Brasileirão, mas ganhou moral após conquistar o primeiro triunfo depois de cinco jogos. Já a Ponte Preta perdeu a oportunidade de colar na zona de classificação para a Copa Libertadores, aparecendo na 13ª colocação da tabela, com 21 pontos.

Pela próxima rodada, a última do primeiro turno da Série A, o time de Salvador tem um grande desafio pela frente, visitando o Flamengo às 11h (de Brasília) do próximo domingo. No mesmo dia, às 19h, o paulistas vão atrás dos pontos perdidos recebendo o Vasco da Gama.

Foto: Edson Ruiz/Coofiav / Gazeta Press

Domínio rubro-negro e 3 a 0 no primeiro tempo

O Vitória começou a partida mostrando uma postura completamente diferente do que vem apresentando no Brasileirão. Intensidade, qualidade nos passes, criação de jogadas, e os donos da casa não demoraram para largar à frente.

Logo no primeiro minuto do duelo, a equipe rubro-negra abriu o placar. Com uma 'blitz', o Leão descolou um escanteio e Neilton foi para a cobrança. O atacante ex-São Paulo encontrou Santiago Tréllez dentro da área, que cabeçou com convicção. A bola ainda desviou na cabeça do zagueiro Rodrigo antes de morrer nas redes.

Ainda superior em campo, os mandantes quase levaram o empate em jogada de bola parada. Aos nove minutos, Rodrigo cobrou uma falta de muito longe e emendou uma bomba. O goleiro Caíque estava ligado e conseguiu espalmar.

Depois de quase tomar o gol, o Vitória acordou e tratou de estender a vantagem. Aos 12 minutos, Neilton contou com um escorregão de Rodrigo após cruzamento do lateral esquerdo Juninho, para receber sozinho da área e só colocar no cantinho de perna esquerda.

Os 2 a 0 no placar deram tranquilidade aos baianos, que passaram a ser mais contidos nas investidas, mas que permaneciam com o bom trabalho de passes e conseguiram ampliar após um vacilo de Elton. Aos 35 minutos, o volante alvinegro se atrapalhou e entregou para Deivid. O atacante acionou Tréllez pelo lado direito, que fez um lindo gol, acertando o ângulo de Aranha.

Foto: Edson Ruiz/Coofiav / Gazeta Press

Intensidade da Ponte e consistência do Vitória

Na segunda etapa, foi a vez de a Ponte começar com um ritmo intenso. O técnico Gilson Kleina apostou na marcação por pressão e conseguiu diminuir a desvantagem com um lindo gol de Elton. Após o lateral direito Caíque Sá afastar mal, o meio-campista emendou um petardo de fora da área e surpreendeu o goleiro rubro-negro.

O esboço da reação da Macaca, porém, foi tão rápido quanto o gol de Elton. Os visitantes não conseguiram manter o ritmo forte a partida esfriou, sem que nenhum dos times conseguissem grandes oportunidades.

Uma chance clara de gol só voltou a acontecer aos 26 minutos, quando os paulistas quase incendiaram o embate em Salvador. O atacante Lucca deu lindo passe para o meia Danilo que ficou cara-a-cara com Caíque. O goleiro rubro-negro fez grande defesa, afastando o chute com os pés.

O Vitória também chegou com perigo, aos 31 minutos, quado Aranha operou um verdadeiro milagre. Tréllez recebeu desviou cruzamento da direita e deixou o centroavante André Lima na linha do gol. O goleiro alvinegro cresceu no lance e conseguiu salvar os visitantes.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 3 x 1 PONTE PRETA

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Data: 02 de agosto de 2017, quarta-feira

Horário: 21 horas (Brasília)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Leone Carvalho Rocha (GO) e Márcio Soares Maciel (GO)

Público: 5.247 pagantes

Renda: R$ 50.332,50

Cartões amarelos: Yago Uilliam Correia (VIT); Naldo (PON)

Gols:

VITÓRIA: Telléz, a um e aos 35, e Neilton, aos 12 minutos do primeiro tempo

PONTE: Elton, aos três minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Caique; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho; Ramon, Uillian Correia e Yago; David, Tréllez (Danilinho) e Neilton (André Lima)

Técnico: Vagner Mancini

PONTE PRETA: Aranha; Jeferson, Marllon, Rodrigo e Danilo Barcelos; Naldo, Elton e Jádson (Renato Cajá); Lucca, Maranhão (Felipe Silva) e Emerson Sheik

Técnico: Gilson Kleina

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade