PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Futebol Internacional

Torcida do Chaves invade gramado e agride goleiro brasileiro, em Portugal

Chaves culpa o goleiro brasileiro Marcelo Carné pelo episódio negativo, pois alega que houve provocação à torcida da equipe mandante

22 abr 2024 - 11h31
(atualizado às 12h04)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução Youtube/Now Football Goals/Canal NTV - Legenda: / Jogada10

O goleiro brasileiro Marcelo Carné, do Estoril, foi ponto central de um episódio negativo em Portugal, no último domingo (21). Ele foi vítima de agressão no confronto entre Chaves, mandante do jogo, e Estoril, pela 30ª rodada do campeonato local. A torcida do time da casa invadiu, de forma generalizada, o gramado e atacou o jogador. Com isso, foi necessária a intervenção da polícia.

Inicialmente, apenas um torcedor do Chaves foi a campo, mas ele influenciou a entrada de outro. Com a agressão, houve uma paralisação da partida por mais de 20 minutos. Assim, o Estoril indicou que vai enviar um pedido de impugnação do embate à Federação Portuguesa nos próximos dias. O clube utilizará como argumentação que a sua delegação sofreu agressão. Assim como vai citar condições impróprias para o seguimento do jogo.

Em seguida, o presidente do Estoril condenou as atitudes violentes.

"Os nossos jogadores, ao se defenderem da agressão, foram expulsos pelo árbitro. Todos que estavam aqui viram que não havia condições para continuar o jogo. Atletas foram agredidos no gramado. Pedimos para o árbitro suspender a partida, mas ele decidiu continuá-la num contexto que não era para jogar futebol. Quem foi agredido sofreu o prejuízo", disparou o mandatário.

Novo episódio após a partida

Segundo o jornal português, "A Bola", houve um novo episódio na saída do Estoril do estádio Municipal de Chaves. Afinal, a torcida do time da casa lançou pedras em direção a delegação da equipe visitante. Por sinal, o clube mandante responsabilizou o goleiro Marcelo Carné pelo incidente. Aliás, o Campeonato Português também se manifestou sobre o caso com repúdio.

A Liga Portugal condena de forma veemente os incidentes hoje ocorridos durante o jogo entre o GD Chaves e o Estoril Praia e pede aos torcedores à adoção de comportamentos responsáveis, condizentes com o espetáculo que deve ser, sempre, um jogo de futebol. A Liga Portugal solicita também as autoridades competentes a serem implacáveis com quem, graças a atitudes inadmissíveis, perturbou o normal desenrolar do encontro em questão

Detalhes do caso que levou à agressão do goleiro

Os donos da casa conseguiram sair na frente do placar. Em seguida, o Estoril obteve sucesso em empatar e, depois, virar. Com isso, houve o estopim para a invasão do gramado. Posteriormente, com mais de 20 minutos de acréscimos, o Chaves conquistou o empate. Assim, a partida terminou em 2 a 2.

Com o placar igual e um ponto fora, a equipe mandante chegou aos 23 e se encontra na 17ª e penúltima colocação. Provavelmente, a má campanha é um dos motivos que influenciou a torcida a invadir o gramado. Ainda restam quatro rodadas antes do término do Campeonato Português. Inclusive, a diferença para o primeiro time fora da zona de rebaixamento é de seis pontos. Ou seja, o Chaves ainda tem condições de garantir sua permanência na Primeira Divisão. Já o Estoril está em 14º lugar, com 30 pontos.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade