PUBLICIDADE

Como o São Paulo virou o lanterninha nos títulos brasileiros

Com 12 anos de jejum, o líder São Paulo foi de Soberano a time com menos títulos entre os paulistas

4 dez 2020 11h21
ver comentários
Publicidade

Depois do tricampeonato brasileiro em 2006, 2007 e 2008, os rivais podiam até se incomodar, mas era difícil rebater o argumento de que o São Paulo era o Soberano. Naquele momento, o Tricolor chegava ao sexto título contra quatro do Palmeiras e do Corinthians. Isso sem contar Libertadores e Mundial.

O São Paulo de Fernando Diniz assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro
O São Paulo de Fernando Diniz assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro
Foto: Rubens Chiri / Site do São Paulo

Líder e um dos favoritos a ficar com o Brasileirão desse ano, o São Paulo viu a situação se inverter nesses 12 anos de jejum. Foi ultrapassado pelo Corinthians, que venceu mais três e virou heptacampeão.

Além disso, em 2010, a CBF reconheceu como titulos brasileiros os torneios Taça Brasil e Gomes Pedrosa, o que fez com que o Santos subisse para oito títulos. O Palmeiras, campeão em 2016 e 2018, também teve mais quatro títulos homologadas pela CBF e chegou aos 10.

O São Paulo vai agora em busca do tempo perdido, do tempo em que era Soberano e ganhava títulos ano sim e ano não. E vai com Fernando Diniz, o técnico mais “demitido” nessa temporada. Vai também com Rai, que bancou Diniz e que também já teve a cabeça pedida tantas vezes.

Coisas do futebol. Ou como muita gente diz por aí: nunca critiquei.

Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
Publicidade
Publicidade