1 evento ao vivo
MMA

Napão nocauteia Jordan em 1min no UFC; americanos fazem luta histórica

19 out 2013
23h46
atualizado em 20/10/2013 às 02h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Além de Junior Cigano, o UFC 166 também teve a participação de outro brasileiro peso pesado, o experiente Gabriel Napão, que enfrentou o americano Shawn Jordan. Por se tratar de um combate entre atletas explosivos, já era esperada uma luta rápida. E de fato ela durou pouco mais de um minuto, com vitória do brasileiro em Houston, no Toyota Center, em Texas. 

Gabriel "Napão" Gonzaga faz cara de mau depois de nocautear Shawn Jordan no primeiro round
Gabriel "Napão" Gonzaga faz cara de mau depois de nocautear Shawn Jordan no primeiro round
Foto: Reuters

A luta até começou lenta e ameaçou decepcionar. Mas eram apenas estudos para que ambos pudessem partir para o ataque. E foi o americano que teve mais iniciativa, já que partiu para cima e arriscou diversos golpes. Napão sofreu um soco, mas contra-golpeou com perfeição para nocautear o americano. Ainda no octógono, ele chegou a falar em lutar pelo título em breve.

Essa foi a quarta vitória de Napão nas últimas cinco lutas pelo UFC, sendo que a única derrota, contra Travis Browne, aconteceu de forma polêmica - o combate foi decidido com golpes que teriam sido ilegais, mas o juiz não entendeu dessa forma e decretou a derrota do brasileiro.

Gilbert Melendez vence Diego Sanchez em uma das melhores lutas da história

Com o público aquecido por grandes combates durante a noite, os dois deram de presente a todos uma luta histórica. A agressividade de ambos apareceu desde o primeiro round. Sanchez até tentou esfriar os ânimos com tentativas de queda, mas depois aceitou o combate em pé. Melendez acertou seguidos socos contundentes e abriu um ferimento enorme na sobrancelha do adversário, que ficou banhado por sangue, mas resistiu.

Diego Sanchez exibe corte no supercílio obtido na derrota para Gilbert Melendez em emocionante luta pelo UFC 166
Diego Sanchez exibe corte no supercílio obtido na derrota para Gilbert Melendez em emocionante luta pelo UFC 166
Foto: Getty Images

Quando voltou para o assalto seguinte, Sanchez mostrou coragem para provocar Melendez. A luta continuou com ambos em pé e na trocação franca de socos. Um chute frontal de Melendez até derrubou seu adversário, mas esteve longe de decretar o nocaute. Sanchez continuava vivo e esbanjando raça.

O terceiro assalto foi ainda melhor: Melendez continuou a acertar mais socos, mas nada parecia abalar Sanchez, que partiu para o ataque com tudo. O corte na sombrancelha fez o juiz interromper o combate, para atendimento dos médicos. Mas nada grave foi constatado e de fato tudo estava normal: Sanchez voltou ainda melhor e enfim conseguiu abalar seu adversário com socos e até uma boa tentativa de finalização.

Mas era tarde: a vitória por pontos ficou com Melendez, que se recuperou da derrota para Ben Henderson. Já Sanchez não saiu derrotado: ganhou moral e o respeito de todos fãs de MMA. O público no Toyota Center, que assistiu a luta em pé, aplaudiu e gritou o nome dele.

Daniel Cormier bate Roy Nelson por pontos e segue invicto

<p>Daniel Cormier derrotou facilmente Roy Nelson pelos pesados</p>
Daniel Cormier derrotou facilmente Roy Nelson pelos pesados
Foto: Getty Images

Era um confronto de estilos diferentes: Nelson é nocauteador, mas Cormier é melhor na luta de chão, costuma derrubar seus adversários e conseguiu isso em menos de um minuto. Mas isso trouxe pouca vantagem para ele, já que Nelson soube se defender e voltou a ficar em pé.

Quando começou o segundo round, parecia que Cormier aceitaria a luta em pé. Mas ele só usou isso para encurtar a distância e derrubar seu adversário mais uma vez. Nelson até voltou a ficar em pé, mas não conseguiu encaixar seu jogo de boxe potente e perigoso.

O terceiro round começou com ritmo lento e até vaias do público pela inatividade de ambos. Na tentativa de trazer mais emoção, Nelson chegou a baixar a guarda e provocar seu adversário, que não se abalou e foi melhor no final. Com isso, foi decretada a vitória de Cormier, por decisão unânime dos juízes. Agora ele tem 13 vitórias em 13 lutas de MMA.

Com socos e carisma, John Dodson atropela Darrell Montague

John Dodson cai na risada depois de nocautear Darrell Montague no UFC 166
John Dodson cai na risada depois de nocautear Darrell Montague no UFC 166
Foto: Reuters

Vindo de derrota na luta pelo títulos dos pesos moscas, Dodson precisou de dois minutos para mostrar seu talento. Ele derrubou o adversário com um soco e depois encaixou um sequência de golpes no seu rosto. Montague tentou se recuperar, mas foi pego com um soco direto de esquerda e caiu nocauteado.

Carismático, Dodson foi muito aplaudido pela vitória e mais ainda pela comemoração: deu duas cambalhotas e ainda caiu de costas em uma delas. Foi a vitória perfeita para ele se recuperar e mostrar que segue entre os principais lutadores da categoria.

Fonte: TV Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade