PUBLICIDADE

Itália festeja vaga olímpica no basquete após bater a Sérvia

Italianos disputarão novamente a Olimpíada depois de 17 anos da última participação masculina do país na modalidade em uma edição dos Jogos

5 jul 2021 11h29
| atualizado às 12h47
ver comentários
Publicidade

A seleção italiana masculina de basquete está comemorando o fato de que novamente disputará a Olimpíada na modalidade após 17 anos. A classificação para os Jogos de Tóquio, no Japão, chegou depois de a equipe nacional vencer a Sérvia por 102 a 95 na final do Pré-Olímpico da modalidade, no último domingo.

Seleção italiana de basquete comemora a vaga olímpica após superar a Sérvia na decisão em Belgrado
Seleção italiana de basquete comemora a vaga olímpica após superar a Sérvia na decisão em Belgrado
Foto: Reprodução/@fiba

No equilibrado duelo em Belgrado, casa da rival, os jogadores Nico Mannion, Achille Polonara e Simone Fontecchio foram as grandes estrelas da classificação, já que marcaram 67 dos 102 pontos da Itália.

A última vez que os italianos disputaram os Jogos Olímpicos foi em 2004, na Grécia, quando a equipe treinada por Carlo Recalcati conquistou a medalha de prata. No torneio, o time italiano só foi parado pela Argentina na decisão.

Nicolò Melli, capitão da seleção italiana, afirmou que as Olimpíadas poderão mudar a carreira de todos os membros da seleção. "Alegria incrível, grande demais. Eu disse a Mannion que ele não sabe o que fizemos. Antes do jogo, dissemos um ao outro que nossa carreira poderia mudar com esta partida, e mudou. Ir para as Olimpíadas é algo único e estou feliz pelos meus companheiros", declarou o jogador do Dallas Mavericks, que disputa a NBA.

O presidente da Federação Italiana de Basquete (FIP), Gianni Petrucci, afirmou que vencer a Sérvia em seus domínios é uma "façanha". O dirigente acrescentou que o resultado ficará marcado na história. "Um jogo extraordinário, que ficará para a história, porque vencer na Sérvia é sempre uma façanha, independentemente das ausências das duas seleções. Uma vitória fantástica, graças a Sacchetti e seu staff técnico", declarou o dirigente.

A classificação da Itália também foi celebrada por pessoas de outros esportes, como o zagueiro Giorgio Chiellini e o treinador Roberto Mancini, ambos da seleção italiana de futebol, que se prepara no momento para disputar a semifinal da Eurocopa - enfrenta a Espanha nesta terça-feira, às 16h (de Brasília), em Londres. "Grande jogo, grande Itália! Seleção italiana nos Jogos Olímpicos de Tóquio", escreveu Mancini em suas redes sociais.

Com a presença do basquete italiano em Tóquio, o país possui 384 atletas classificados para os Jogos Olímpicos em 36 disciplinas diferentes. Entre eles, são 198 homens e 186 mulheres. A seleção do país vai integrar o grupo B dos Jogos Olímpicos, ao lado de Austrália, Alemanha e Nigéria. A competição terá início no dia 24 de julho.

O Brasil, por sua vez, perdeu a decisão do Pré-Olímpico de Split, na Croácia, para a Alemanha, também no último domingo, e não se classificou para Tóquio na modalidade. O resultado interrompeu a boa sequência de duas participações consecutivas da nação no megaevento esportivo. 
   

 

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade