0

Guerrero comparece a tribunal na Suíça para recorrer de suspensão por doping

3 mai 2018
14h48
atualizado às 14h49
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante do Flamengo Paolo Guerrero compareceu perante o principal tribunal esportivo internacional nesta quinta-feira para recorrer da suspensão de seis meses recebida por um caso de doping e para se defender de uma tentativa da acusação de ampliar a punição.

Guerrero chega à CAS em Lausanne
 3/5/2018   REUTERS/Denis Balibouse
Guerrero chega à CAS em Lausanne 3/5/2018 REUTERS/Denis Balibouse
Foto: Denis Balibouse / Reuters

Guerrero, que é o capitão da seleção do Peru, poderá disputar a Copa do Mundo da Rússia em junho se o período de suspensão permanecer como está atualmente, mas perderia o Mundial se um pedido da Agência Mundial Antidoping por uma punição mais rígida for acatado pela Corte Arbitral do Esporte (CAS).

O Peru se classificou para uma Copa do Mundo pela primeira vez em 36 anos, e enfrentará Dinamarca, França e Austrália na primeira fase.

Torcedores peruanos acompanharam a chegada de Guerrero à CAS. O jogador do Flamengo fora suspenso por um ano pela Fifa em 9 de dezembro após um exame antidoping positivo para benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, após o empate sem gols do Peru com a Argentina em outubro pelas eliminatórias do Mundial.

Posteriormente a Fifa reduziu a suspensão para seis meses a partir de 3 de novembro, dia que ele foi suspenso provisoriamente. Dessa forma, Guerrero estaria liberado para voltar aos gramados na partida de domingo do Flamengo contra o Internacional pelo Campeonato Brasileiro.

Guerrero, que alega inocência, quer que a suspensão seja totalmente anulada, enquanto a Wada defende que a punição seja ampliada para um período de 1 ano a 2 anos. A CAS não informou quando deve divulgar um veredicto.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade