0

Red Bull Brasil bate Ituano, chega à terceira vitória seguida e cola no Santos

Equipe de Campinas chegou aos 11 pontos, um a menos do que o time de Jorge Sampaoli

8 fev 2019
22h39
atualizado às 22h39
  • separator
  • 0
  • comentários

O Red Bull Brasil embalou de vez no Campeonato Paulista. Na noite desta sexta-feira, o time campineiro venceu o Ituano por 2 a 1, de virada, no estádio Moisés Lucarelli, e colou no Santos, líder do Grupo A. A partida abriu a sexta rodada da competição.

Com três vitórias seguidas - havia vencido Corinthians e Ferroviária -, o Red Bull chegou aos 11 pontos, um a menos que o Santos. A diferença para a Ponte Preta, terceira colocada da chave, é de seis. Por outro lado, o Ituano, que tinha goleado o Santos por 5 a 1, estacionou nos sete e corre o risco de perder a vice-liderança do Grupo D para Oeste e Botafogo no complemento da rodada.

A partida começou em ritmo acelerado com os dois times perdendo boas oportunidades. Quem aproveitou melhor foi o Ituano. Logo aos nove minutos, Martinelli ganhou na velocidade dos zagueiros e bateu na saída de Júlio César para abrir o placar. Depois disso, o Red Bull se lançou ao ataque e levou perigo em chute de Ytalo, defendido por Pegorari.

Na etapa final, os donos da casa voltaram com uma postura mais ofensiva e o empate veio aos 20 minutos. Osman roubou a bola de Peri, deixou o lateral rubro-negro no chão, com um corte seco, e chutou rasteiro no canto esquerdo de Pegorari.

Dez minutos depois, Roberson foi lançado por Osman e precisou de duas tentativas para colocar o Red Bull na frente. Nos minutos finais, o Ituano esboçou uma pressão, mas não conseguiu o empate.

Os dois times voltam a campo na próxima sexta-feira, pela sétima rodada. O Red Bull Brasil recebe o Botafogo, às 21 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o Ituano encara o Mirassol, às 18h45, no Novelli Júnior, em Itu.

FICHA TÉCNICA:

RED BULL BRASIL 2 X 1 ITUANO

RED BULL BRASIL - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Jobson (Everton), Uillian Correia e Pio (Léo Castro); Osman, Roberson (Barreto) e Ytalo. Técnico: Antônio Carlos Zago.

ITUANO - Pegorari; Jonas, Léo Santos, Ricardo Silva e Peri; Baralhas, Corrêa (Marcelinho) e Marcos Serrato; Alemão (Claudinho), Morato e Martinelli (Bassani). Técnico: Vinícius Bergantin.

GOLS - Martinelli, aos nove minutos do primeiro tempo; Osman, aos 20, e Roberson, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza.

CARTÕES AMARELOS - Jobson e Uillian Correia (Red Bull Brasil); Léo e Peri (Ituano).

RENDA - R$ 4.200,00.

PÚBLICO - 407 torcedores.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade