0

Navas exalta amizade com Marcelo e projeta duelo sadio na Copa

31 mai 2018
20h35
atualizado às 20h35
  • separator
  • comentários

Principal nome da Costa Rica para a Copa do Mundo da Rússia, Keylor Navas será adversário do Brasil logo na primeira fase do torneio. Pelo Grupo E, que também conta com Suíça e Sérvia, as seleções se enfrentam na segunda rodada, no dia 22 de junho (sexta-feira), em partida que colocará o goleiro frente e frente com velhos conhecidos: Casemiro e Marcelo, ambos companheiros de Real Madrid. O lateral esquerdo, inclusive, é considerado por ele como uma de suas principais amizades no Santiago Bernabéu.

"O Marcelo, além de ser um grande jogador, vemos o jeito de ser dele, sempre alegre, muito carismático. Desde que cheguei em Madri ele me recebeu com braços abertos, sempre apoia, o tenho sempre no meu lado esquerdo do peito, dentro e fora de campo, em todos os momentos difíceis e nos momentos que desfrutamos que as coisas saíram bem", apontou. "Durante os jogos é um cara que, independentemente, do tipo de partida, se é um jogo tenso, se é uma disputa de título, está sempre alegre, sempre brincando. É alguém que sou muito agradecido de ter por perto como amigo", completou.

A respeito do confronto, Navas garante que será uma disputa sadia, mesmo com o contexto de Copa do Mundo.

"No futebol, somos todos profissionais. Estamos ali para defender nossas camisas e nunca vamos desejar o mal para nenhum adversário, nem sobre lesão ou nenhum sentido. Mas vamos lutar, ele (Marcelo) quer que o Brasil ganhe, eu quero que a Costa Rica ganhe e independentemente do que aconteça eu espero que tenhamos muito mais anos de amizade", afirmou o arqueiro.

Falando em Real Madrid, o goleiro não conseguiu fugir das perguntas a respeito do assunto que movimentou o noticiário merengue nesta quinta-feira: a saída do técnico Zinédine Zidane do comando da equipe. Para além do trabalho realizado nas últimas três temporadas, o costarriquenho fez questão de manifestar seu afeto e consideração pelo francês.

"Ele sempre foi uma pessoa muito transparente, um treinador que, independentemente do que um jogador tem que falar para a imprensa, ele nunca falaria mentiras, ou diria uma coisa e depois fizesse outra nos bastidores. É uma pessoa que não à toa se vê que todos os torcedores do Real Madrid e os jogadores gostam e têm um carinho enorme. Não tenho dúvidas de que como jogador foi um dos melhores, se não o melhor, e como treinador também. Nós tivemos o prazer de conhecê-lo e ele marcou nossas vidas com seu jeito de ser", ressaltou.

A Costa Rica ainda fará mais dois testes antes de entrar em campo pela Copa do Mundo da Rússia. Navas e companhia enfrentarão a Irlanda do Norte neste domingo, em San José, na Costa Rica, e depois vão a Bruxelas para medirem forças com a Bélgica, no dia 11 de junho. A estreia na Copa é no dia 17, contra a Bélgica.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade