0
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Oitavas da Liga dos Campeões: os pontos fortes e fraquezas dos 16 classificados

Uefa realizou nesta segunda-feira o sorteio dos confrontos: um dos destaques é o clássico Real x City

16 dez 2019
11h42
atualizado às 12h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Equilíbrio em alguns confrontos; favoritismo declarado em outros. O sorteio realizado pela Uefa, nesta segunda-feira, na sede da entidade, na Suíça, definiu clássicos, como Real Madrid e Manchester City, e jogos teoricamente previsíveis, como Juventus e Lyon, com favoritismo para o time de Cristiano Ronaldo.

Os confrontos das oitavas de final serão realizados em quatro semanas, entre fevereiro e março. Os duelos de ida serão disputados nos dias 18, 19, 25 e 26 de fevereiro. As partidas de volta ocorrerão nos dias 10, 11, 17 e 18 de março. Os times que ficaram na primeira colocação de seus grupos disputarão os jogos de volta em casa. Veja a análise dos confrontos:

Real Madrid x Manchester City

Um ano atrás, o Real Madrid era o então tricampeão consecutivo da Liga dos Campeões e equipe mais temida no cenário europeu. Hoje, a equipe perdeu esse status e deve fazer um confronto bem equilibrado - e imprevisível - diante do City. A demora para Eden Hazard assumir o protagonismo na equipe, o declínio técnico do trio formado por Casemiro, Kroos e Modric e alguns atritos de Zidane com o elenco, leia-se James Rodríguez e Gareth Bale, foram os principais problemas da temporada. O pior da crise parece ter passado, mas o time ainda está em ascensão. Rodrygo busca espaço no maior vencedor do torneio com 13 taças.

O Manchester City vive um momento de turbulência na temporada. No Campeonato Inglês, a equipe está em terceiro lugar com 14 de desvantagem para o líder Liverpool. O time vem alternando altos e baixos. Na Liga dos Campeões, a equipe conseguiu a vaga de forma invicta em um grupo relativamente fácil, com Atalanta, Shakhtar e Dinamo Zagreb. A quarta temporada de Pep Guardiola na cidade tem sido a mais difícil. Durante sua carreira, ele nunca havia perdido quatro jogos da liga nas primeiras 16 rodadas e não ficava tão longe do líder como hoje. Em sua pior campanha no torneio inglês, Guardiola terá um duelo com Zinedine Zidane, comandante do Real Madrid. O Manchester City é "obcecado" pela competição europeia.

Borussia Dortmund x PSG

O PSG terminou a fase de grupos como único invicto da chave A, que também tinha Real Madrid, Brugge e Galatasaray. Foram cinco vitórias em seis jogos. A campanha quase perfeita coloca o time francês com ligeiro favoritismo diante do Borussia. Embora tenha somado quatro vitórias seguidas, somando-se também o torneio alemão, o time se classificou como segundo colocado no grupo do Barcelona e demorou a engrenar na temporada.

Um dos destaques da equipe francesa voltou a ser Neymar. Depois de um início de temporada conturbado, quando permaneceu em Paris contra sua vontade, a relação do atleta com o clube e os torcedores ficou abalada. Nos últimos jogos, a situação tem melhorado. Além de jogar bem, Neymar está se preocupando mais com o grupo. Na goleada por 5 a 0 sobre o Galatasaray, o atacante deu a bola para Cavani bater um pênalti, o oposto do que havia acontecido em 2017. Mesmo sem Neymar, o time tem um ataque poderoso com Mbappé, Di María e Icardi. Cavani não vive sua melhor temporada.

Atalanta x Valencia

Em sua primeira participação no torneio, o time italiano confirmou a vaga ao vencer o Shakhtar Donetsk, fora de casa, por 3 a 0. Foi um grande feito para um time estreante. Desde a chegada do técnico Gian Piero Gasperini, três anos atrás, a Atalanta se tornou um dos times com maior ascensão do continente. Antes de 2016, a equipe havia sido rebaixada três vezes neste século (2003, 2005 e 2010). Na última temporada, terminou na terceira posição da competição nacional. O ponto forte da equipe é o ataque, o mais positivo da temporada italiana no ano passado. O grande goleador é o colombiano Duvan Zapata. A falta de experiência nos confrontos continentais pode pesar. Estão no grupo os brasileiros Guilherme Arana e Rafael Toloi.

O Valencia conseguiu a vaga com uma vitória heroica diante do Ajaz, jogando fora de casa, na última rodada da fase de grupos. No Campeonato Espanhol, a equipe faz campanha apenas regular e está no sétimo lugar. O brasileiro naturalizado espanhol Rodrigo Moreno foi o herói da classificação do Valencia e um dos destaques do time na temporada.

Atlético de Madrid x Liverpool

O atual campeão Liverpool conta um ataque poderoso (Salah, Firmino e Mané), um treinador acima da médida (Jurgen Klopp) que busca um estilo ofensivo e dinâmico, além de viver um grande momento no Campeonato Inglês: a equipe lidera de maneira está invicta com 16 vitórias e um empate. A equipe vem se desdobrando em várias competições. Uma delas é o Mundial de Clubes na qual entra em campo nesta quarta-feira diante o Monterrey com o time titular. A tentativa de brilhar em todas as competições pode ser um único empecilho para o melhor time da Europa atualmente.

A combinação de qualidades do Liverpool significa um grande desafio para o Atlético de Madrid, atual quinto colocado do Campeonato Espanhol. Em uma temporada apenas regular, a grande esperança é o português João Félix, jogador mais caro da última janela de transferências e que vem melhorando a cada partida. Ainda está devendo uma atuação de gala, o que pode acontecer nos confrontos da Liga dos Campeões.

Chelsea x Bayern de Munique

A equipe inglesa está na 4ª colocação no Campeonato Inglês com 29 pontos. São 20 pontos de diferença para o líder Liverpool, diferença causada, principalmente, por tropeços em casa, como a derrota para o West Ham. Praticamente fora da briga pelo título, a equipe vai jogar suas fichas no torneio continental. Um dos destaques ofensivos da equipe de Franck Lampard é o brasileiro Willian, que tem jogado pelo lado direito, quase como um antigo ponta. O confronto será a reedição da final de 2012, quando o Chelsea venceu pela primeira vez o torneio ao derrotar o Bayern de Munique nos pênaltis, na Allianz Arena.

Depois de sobrar no Grupo B e conquistar seis vitórias em seis jogos diante do Tottenham, Olympiacos e Estrela Vermelha, o Bayern Munique entra como grande favorito para avançar às oitavas. O destaque é a força ofensiva da equipe, especialmente Robert Lewandovski. Com futuro incerto, uma vez que o time não pretendia exercer o direito de compra junto ao Barcelona no final da temporada, as últimas atuações de Philippe Coutinho trouxeram confiança ao atleta. No torneio local, o gigante alemão apresenta uma irregularidade incomum e está apenas em quatro lugar, com seis pontos de desvantagem para o líder RB Leipzig.

Tottenham x RB Leipzig

Liderado pelo atacante Harry Keane, o Tottenham terá uma missão difícil diante do RB Leipiz, sensação e líder do Campeonato Alemão. O confronto será um grande teste para José Mourinho, substituto de Mauricio Pochetino, treinador demitido em novembro depois de cinco anos e meio por conta da fase ruim no Campeonato Inglês. Desde a chegada de José Mourinho ao comando técnico, o Tottenham subiu nove posições na Premier League e hoje ocupa a quinta posição.

O time alemão ostenta uma sequência de nove jogos de invencibilidade (sete vitórias e dois empates) entre jogos do torneio internacional e da Bundesliga. Seu ataque, com 42 gols assinalados em 15 partidas é o melhor do Campeonato Alemão. A defesa, com 16 gols sofridos, é a segunda menos vazada. A equipe conta com Emil Forsberg, peça fundamental na boa campanha da Suécia na Copa do Mundo.

Napoli x Barcelona

Líder do Campeonato Espanhol e sempre favorito ao título da Liga dos Campeões, o Barcelona enfrenta um incômodo jejum no torneio continuar. A equipe não levanta a taça desde 2015, algo que começa a incomodar os exigentes torcedores catalães. O destaque da equipe obvivamente é Lionel Messi, eleito pela sexta vez o melhor jogador do mundo. Pelas oitavas de final, o Barcelona vai encarar o Napoli, no estádio San Paolo, palco de tantos feitos de Maradona. O Napoli acabou de demitir Carlo Ancelotti, por sua dificuldade em lidar com o vestiário, para contratar Gennaro Gattuso. O Barcelona não pode contar com a vitória fácil.

Lyon x Juventus

Cristiano Ronaldo continua sendo o grande trunfo da Juventus na Liga dos Campeões - na fase de grupos, a equipe avançou de maneira invicta. Embora não tenha mostrado a mesma eficiência das últimas temporadas, o português costuma brilhar nas fases decisivas. Nem tudo parece perfeito no relacionamento com o treinador. Vale lembrar que o português reclamou de ser substituído em dois jogos do torneio italiano.

O craque português conquistou o prêmio de melhor jogador da Série A, tendo ajudado a Juve a conquistar seu oitavo título consecutivo ao marcar 21 gols no campeonato na última temporada. Oitavo colocado no torneio francês, o Lyon vai apostar tudo no jogo em casa para tentar equilibrar o confronto. A equipe se classificou com duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Tarefa quase impossível.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade