PUBLICIDADE

Liga dos Campeões

Quem tem mais chance de chegar à final da Champions: Real Madrid, Bayern, PSG ou Dortmund?

Todos os confrontos das semifinais estão definidos, e a corrida até Wembley para a grande decisão está acirrada

23 abr 2024 - 09h53
(atualizado às 09h53)
Compartilhar
Exibir comentários

A Champions League já conhece os quatro semifinalistas. De um lado, Paris Saint-Germain e Borussia Dortmund disputam uma vaga na final. O vencedor vai encarar quem se der melhor entre Real Madrid e Bayern de Munique, que se classificaram nesta quarta-feira. Os jogos de ida devem ocorrer entre 30 de abril e 1º de maio, e as partidas de volta, entre 7 e 8 de maio. A final será em 1º de junho, no Estádio Wembley, em Londres.

Nas quartas de final, o PSG não se intimidou com a derrota por 3 a 2 no primeiro jogo para o Barcelona. Com dois gols de Mbappé, a equipe saiu perdendo na Espanha, mas virou para 4 a 1 e saiu com a classificação. No outro jogo de terça-feira, o Borussia Dortmund também contrariou a vitória de 2 a 1 do Atlético de Madrid na ida e fez 4 a 2 na partida disputada na Alemanha.

Já nesta quarta-feira, o Manchester City recebeu o Real Madrid no Etihad Stadium após o empate em 3 a 3 no jogo de ida. A equipe espanhola saiu na frente com o brasileiro Rodrygo, mas levou o empate com Kevin De Bruyne. Sem definição na etapa regulamentar e na prorrogação, a decisão foi os pênaltis, e Real Madrid venceu por 4 a 3.

No outro duelo do dia, Bayern de Munique e Arsenal entraram em campo na Allianz Arena pela partida da volta com o placar agregado empatado em 2 a 2. O time da casa sofreu para furar a marcação dos visitantes, mas Kimmich balançou as redes na segunda etapa e garantiu o clube alemão na semifinal da Champions League.

PSG

O clube francês busca o título inédito após dois anos sendo eliminado nas oitavas de final. A equipe não chegava a uma semifinal desde a temporada 2020/21. Antes disso, o time bateu na trave e foi vice-campeão em 2019/20, quando o torneio foi realizado em menos jogos devido à pandemia de covid-19.

Desta vez, é também a última chance de Kylian Mbappé conquistar o título europeu pelo PSG, já que tudo indica como certa a transferência dele para o Real Madrid ao final da temporada. O poder de decisão do craque é a principal força da equipe de Luís Enrique, que não fez grande campanha até então: classificou em segundo lugar na fase de grupos, com duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Nas oitavas, superou um adversário mais fraco, o Real Sociedad.

A remontada contra o Barcelona foi um ponto fora da curva, mas com desempenho abaixo na derrota na ida. O time empilhou atacantes, que tiveram dificuldades em encontrar espaços, ainda que tenham conseguido marcar duas vezes. Já no jogo de volta, foi o astro que desequilibrou, além da expulsão do zagueiro Ronald Araújo.

Borussia Dortmund

Os alemães caíram no "grupo da morte", junto de PSG e Milan, e surpreenderam conseguindo a classificação na liderança, com apenas um revés, justamente para o próximo adversário, o time de Paris. Nas oitavas, o time comandado por Edin Terzic passou sem sustos pelo PSV. A situação foi diferente contra o Atlético de Madrid, que tem um time mais estrelado.

A última semifinal de Champions do clube havia sido na temporada 2012/13, quando foi vice-campeão para o Bayern de Munique. O único remanescente é o zagueiro Hummels, que chegou a defender a equipe da Baviera. Ele é um dos mais representantes dos experientes no elenco, que se junta a jovens talentos como o parceiro de zaga Schlotterbeck e os atacantes Sancho e Adeyemi. Ainda com tenha destaques individuais, o trunfo do Dortmund é justamente obediência tática da a orquestra montada por Terzic no que é o primeiro trabalho como técnico do alemão.

Bayern de Munique

Bayern de Munique busca a sétima taça do torneio e já viveu fases melhores. Acostumado a ser um dos times mais temidos na Europa, o clube perdeu o título do Campeonato Alemão pela primeira vez em 11 anos para o Bayer Leverkusen e sofreu para chegar às quartas de final da Champions League 2023/24. Sob o comando de Thomas Tuchel, integrou o Grupo A ao lado de Manchester United, Copenhagen e Galatasaray, e fez 16 pontos.

O time alemão perdeu para a Lazio no jogo de ida das oitavas por 1 a 0, mas conseguiu a classificação em casa ao fazer 3 a 0 na partida de volta. A Allianz Arena também fez a diferença no duelo pelas quartas de final contra o Arsenal. Na Inglaterra, o Bayern empatou em 2 a 2 com os comandados por Arteta, e na Alemanha garantiu a vaga nas semis ao vencer por 1 a 0.

Um dos principais destaques do clube na temporada é o atacante Harry Kane, que vive a expectativa de levantar o primeiro troféu da carreira. O título pode chegar às mãos do centroavante inglês em um lugar que ele conhece bem, já que a final da Champions League deste ano será no Estádio de Wembley, em Londres. Contudo, para isso, Kane e companhia precisam passar pelo Real Madrid nas semifinais.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade