PUBLICIDADE

Paris Saint-Germain

Jogador do Barcelona conta que recebeu 'ameaças de morte à filha que ainda nem nasceu'

Mensagens de ódio foram recebidas por defensor após eliminação na Liga dos Campeões

23 abr 2024 - 09h41
(atualizado às 09h41)
Compartilhar
Exibir comentários

O torcedor de todo clube é passional. Mas o amor pela camisa, muitas vezes, extrapola os limites do aceitável. João Cancelo, jogador do Barcelona, entrou em detalhes sobre as mensagens de ódio que recebeu nas redes sociais após a eliminação na Liga dos Campeões diante do Paris Saint-Germain. Os ataques ao lateral português incluem ameaças de morte a membros da família.

"Eles ofenderam minha mulher, minha filha, minha bebê que ainda nem nasceu", continuou o atleta do Barcelona. "É um mundo cruel e você precisa saber como viver nele. Eu sei como, mas eu não quero falar mais nada."

O ódio disseminado nas redes sociais incomodaram Cancelo. "Desejar a morte de um bebê é algo realmente sério. As pessoas não pensam sobre o ser humano atrás do jogador de futebol que veem na televisão. Nós somos humanos também, nós somos iguais."

Cancelo foi um dos principais alvos do Barcelona pois foi ele quem cometeu uma infração sobre Démbélé, que levou ao terceiro gol do PSG, de pênalti. Rio Ferdinand, ex-jogador do Manchester United, chegou a chamar o português de "bobo, ingênuo e um inexperiente jogador em estado de pânico."

"Ferdinand foi um grande jogador, mas tenho certeza que ele também cometeu erros", todos nós cometemos. Mas, é claro, é o trabalho dele, que é um analista que tem o direito de dizer o que pensa", declarou Cancelo.

Até o momento, nem o Barcelona nem a Uefa (entidade que organiza o futebol europeu) não se manifestaram a respeito das ameaças sofridas pelo jogador. Ele está emprestado ao clube catalão junto ao Manchester City.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade