PUBLICIDADE

Rivalidade e desenvolvimento do futebol feminino marcam decisão Palmeiras x Corinthians

10 set 2021 13h29
| atualizado às 13h53
ver comentários
Publicidade

A final do Brasileirão Feminino 2021 vai contar com Derby. Palmeiras e Corinthians decidem quem levanta a taça da competição em jogos disputados em ida e volta. O primeiro confronto será neste domingo, no Allianz Parque. Já o segundo e decisivo clássico ocorre na Neo Química Arena no dia 26 de setembro.

"É uma rivalidade centenária, histórica. O Palmeiras reativou seu futebol feminino e ainda estamos no segundo ano na primeira divisão. No primeiro chegamos na semifinal e mostra o esforço da direção e das atletas. A gente tem que jogar muita bola, porque temos um adversário muito grande pela frente", comentou Ricardo Belli, técnico do Palmeiras, no evento de lançamento da final da competição.

Nesta sexta-feira, em live realizada pelo YouTube da CBF, os técnicos da equipe e uma atleta de cada time estavam presentes:. Arthur Elias e Tamires representavam o Corinthians, enquanto do outro lado, além de Ricardo Belli, Agustina constituía o Palmeiras.

Os dois times finalistas somam a melhor campanha do campeonato, e Arthur acredita que 2021 foi a melhor edição do torneio. "Acho que isso tem sido uma crescente muito importante para o desenvolvimento do futebol feminino aqui no país. Um campeonato cada vez mais forte e organizado, com grande investimento", relatou.

Esta será a primeira vez que um Derby paulista decidirá o Brasileirão Feminino. Nas semis, o Corinthians passou sem grandes dificuldades pela Ferroviária com placar de 6 a 2 somando jogos de ida e volta. Já o Palmeiras deixou o Internacional pelo caminho, com 5 a 1 no placar agregado.

As atletas exaltaram a crescente do futebol feminino no Brasil. Agustina disse que espera, um dia, poder levar todas as experiências vividas no país para a Argentina, onde nasceu. "É um privilégio. O futebol feminino vem crescendo e existem meninas que não conseguiram vivenciar o que estamos vivenciando hoje. Isso tudo que está acontecendo no Brasil, eu pretendo levar para a Argentina", disse.

Algumas peças do elenco do Corinthians participaram das Olimpíadas de Tóquio. A lateral Tamires e o técnico Arthur contaram como foi a reintegração no elenco.

"Nós voltamos muito bem depois das Olimpíadas. O elenco estava com uma alegria muito grande. O Corinthians sempre foi muito forte na parte coletiva e isso tem feito a diferença", disse Tamires.

"Uma característica importante que a gente mantém dentro do nosso grupo é a mentalidade vencedora. Isso não é fácil de se construir se manter por um bom tempo. Soubemos chegar nas finais e ter aprendizados tanto na vitória quanto na derrota", completou Arthur.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade