1 evento ao vivo

Futebol

EUA querem acabar com corrupção no futebol, diz procuradora

Shannon Stapleton / Reuters
27 mai 2015
12h26
atualizado às 13h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Responsável pela emissão dos mandados de prisão no escândalo que abalou a Fifa nesta quarta-feira, a procuradora-geral dos Estados Unidos, Loretta E. Lynch, afirmou que o Departamento de Justiça do país está "determinado a acabar com a corrupção no mundo do futebol". 

"Os detidos utilizaram suas posições de confiança para pedir subornos em troca dos direitos comerciais, e o fizeram várias vezes, ano após ano, torneio após torneio", afirmou Lynch em entrevista coletiva junto com o diretor do FBI, James B. Comey.

Sete dirigentes da Fifa, entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin, foram detidos nesta quarta-feira em Zurique sob acusação de corrupção. Todos estavam hospedados em um hotel da região para participar do congresso anual da entidade.

Loretta Lynch, porém, se negou a responder se o presidente da Fifa, Joseph Blatter, é alvo da investigação que apura corrupção no futebol mundial e disse que as autoridades norte-americanas não têm o objetivo de impedir as Copas de 2018 e 2022.

Romário lembra eleição da Fifa: "queremos Blatter preso"

O Departamento de Justiça dos EUA alega que o ex-vice-presidente da Fifa Jack Warner pediu US$ 10 milhões (cerca de R$ 30 milhões) em suborno ao governo da África do Sul para sediar a Copa do Mundo de 2010.

Os mundiais de 2018 e 2022 serão realizados na Rússia e no Catar, respectivamente.

Com informações das agências EFE e Reuters.

Lista dos 14 acusados na investigação de corrupção na Fifa
Alejandro Burzaco 50 anos argentino executivo
Aaton Davidson  44 anos americano executivo
Rafael Esquivel 68 anos venezuelano presidente da Federação Venezuelana de Futebol
Eugenio Figueredo 83 anos uruguaio ex-presidente da Conmebol
Hugo Jinkis 70 anos argentino executivo
Mariano Jinkis 40 anos argentino executivo
Nicolás Leoz 86 anos paraguaio ex-presidente da Conmebol
Eduardo Li 56 anos costarriquenho presidente da Federação de Futebol da Costa Rica
José Margulies 75 anos brasileiro executivo
José Maria Marin 83 anos brasileiro ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol
Julio Rocha 64 anos nicaraguense presidente da Federação Nicaraguense de Futebol
Costas Takkas 58 anos caimanês braço-direito do presidente da Conmebol
Jack Warner 72 anos trintino ex-presidente da Concacaf
Jeffrey Web 50 anos caimanês vice-presidente do comitê executivo da Fifa
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade