1 evento ao vivo

Futebol

Sem citar Marin, CBF solta nota de 4 linhas sobre escândalo

Nelson Almeida / AFP
27 mai 2015
12h12
atualizado às 15h11
  • separator
  • 0
  • comentários

Em uma nota de quatro linhas que em nenhum momento cita o nome de seu presidente até abril, José Maria Marin, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) disse que aguardará de forma responsável a conclusão de todo o processo jurídico contra dirigentes da Fifa. Marin está entre os sete cartolas da entidade mundial presos nesta quarta-feira na Suíça sob a acusação de extorsão e corrupção. Entenda tudo sobre o escândalo de corrupção na Fifa aqui.

O comunicado divulgado no site oficial da CBF trata do assunto de forma superficial e diz apenas que “apoia integralmente qualquer investigação” e que existe o compromisso da nova gestão “com a verdade e a transparência”.

Em Zurique para as eleições da Fifa na sexta-feira, o atual presidente Marco Polo Del Nero disse que “os contratos foram assinados antes da administração Marin”. O cartola preso sob acusação de corrupção nesta quarta sucedeu Ricardo Teixeira, que pediu renúncia em 2012 após 23 anos no poder do futebol brasileiro.

Confira a nota na íntegra:

Diante dos graves acontecimentos ocorridos nesta manhã em Zurique, envolvendo dirigentes e empresários ligados ao futebol, a CBF vem a público declarar que apoia integralmente toda e qualquer investigação.

A entidade aguardará, de forma responsável, sua conclusão, sem qualquer julgamento que previamente condene ou inocente.

A nova gestão da CBF iniciada no dia 16 de abril de 2015 reafirma seu compromisso com a verdade e a transparência.

Lista dos 14 acusados na investigação de corrupção na Fifa
Alejandro Burzaco 50 anos argentino executivo
Aaron Davidson  44 anos americano executivo
Rafael Esquivel 68 anos venezuelano presidente da Federação Venezuelana de Futebol
Eugenio Figueredo 83 anos uruguaio ex-presidente da Conmebol
Hugo Jinkis 70 anos argentino executivo
Mariano Jinkis 40 anos argentino executivo
Nicolás Leoz 86 anos paraguaio ex-presidente da Conmebol
Eduardo Li 56 anos costarriquenho presidente da Federação de Futebol da Costa Rica
José Margulies 75 anos brasileiro executivo
José Maria Marin 83 anos brasileiro ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol
Julio Rocha 64 anos nicaraguense presidente da Federação Nicaraguense de Futebol
Costas Takkas 58 anos caimanês braço-direito do presidente da Conmebol
Jack Warner 72 anos trintino ex-presidente da Concacaf
Jeffrey Web 50 anos caimanês vice-presidente do comitê executivo da Fifa
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade