0

Cruzeiro vence a Tombense e segue na cola dos líderes do Mineiro

10 mar 2019
18h25
atualizado às 18h25
  • separator
  • comentários

A vitória era fundamental: em caso de empate ou derrota, a Raposa não teria mais oportunidades de alcançar a liderança do Campeonato Mineiro na primeira fase do torneio. O triunfo sobre a Tombense, por 2 a 0, na tarde deste domingo, no Mineirão, deixa a Raposa ainda na luta para chegar próximo de Atlético-MG e América-MG.

O triunfo celeste deixa a equipe azul na terceira colocação, com 19 pontos somados. O Atlético tem 22 e o América 21, primeiro e segundo colocados, respectivamente. A Tombense tem nove tentos, na oitava colocação.

O Cruzeiro dominou o primeiro tempo do jogo e conseguiu ser melhor. Na etapa complementar, após ampliar e marcar o segundo tento, a Raposa viu a Tombense crescer em campo e passou por dificuldades. O goleiro Rafael, inclusive, precisou defender o pênalti para fazer o time celeste deixar o gramado sem sua defesa ser batida.

Pelo Campeonato Mineiro, o Cruzeiro volta a campo no sábado, contra o Tupi, no Municipal de Juiz de Fora. Na próxima quarta-feira, a Raposa recebe o Deportivo Lara, pela Copa Libertadores. A Tombense entra em campo novamente no sábado, contra o Guarani, no Farião, em Divinópolis.

Primeiro tempo

Com o jogo da Copa Libertadores já na próxima quarta-feira, o técnico Mano Menezes optou por colocar em campo uma escalação completamente reserva. O zagueiro Dedé foi colocado em campo para ganhar ritmo de jogo, já que está há 14 dias sem atuar. O meia Thiago Neves também foi para a partida para ter sequência, ele se recuperou recentemente de lesão na panturrilha direita.

Os primeiros minutos mostraram o que seria o jogo. O Tombense esperava em seu campo defensivo, na rara esperança de levar para Tombos um empate ou, ainda melhor, uma bola no ataque e pescar a vitória em Belo Horizonte.

O Cruzeiro concentrava sua saída de bola em Lucas Silva, que cumpria o papel de primeiro volante. Pelo desenho da Raposa, Jadson jogava pela direita, Ariel Cabral chegava para apoiar o ataque, Thiago Neves tentava infiltrar na defesa adversária.

Aos 14 minutos, David recebeu a bola na área, tentou o drible, mas foi derrubado. Na cobrança de pênalti, Sassá mandou para o fundo das redes.

Depois do gol, a postura da Tombense seguiu a mesma. Se defendendo, sem forças para atacar. O Cruzeiro com a mesma tranquilidade, seguia chegando.

A estratégia de Mano Menezes em dar ritmo de jogo a Thiago Neves durou 35 minutos. O camisa 10 dois minutos antes caiu no gramado e deixou a partida mais cedo, lamentando algo. Segundo os médicos do Cruzeiro, a saída foi por precaução, o atleta não tem lesão.

Marquinhos Gabriel entrou em campo e com poucos minutos conseguiu criar boas chances e levou a Raposa bem próximo de acrescentar o placar celeste.

Segundo tempo

Na volta para a etapa complementar, situação parecida. O Cruzeiro trocava passes com tranquilidade, não se precipitava em campo, enquanto a Tombense se segurava em campo.

Não demorou até a Raposa ampliar o placar. Aos 10 minutos, em ótimo jogada puxada por David, Dodô recebeu na esquerda e devolveu para o ataque. Com qualidade rara, o camisa 11 dominou com a direita e, de perna esquerda, chutou forte.

Com o placar maior, a Tombense passou a atacar com mais veemência. Sempre puxado por Ruan. O goleiro Rafael apareceu com qualidade, fazendo várias defesas.

No finalzinho do primeiro tempo, aos 38, em boa jogada na área celeste, Rodrigo tentou a finalização e o árbitro marcou pênalti. O goleiro Rafael voltou a salvar e pegou a cobrança de Ruan.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 x 0 TOMBENSE

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data: domingo, dia 10 de março de 2019

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Marcus Vinícius Gomes

Gols: Sassá, aos 16 minutos do primeiro tempo, David, aos 10 do segundo tempo (Cruzeiro)

Cartões: Dedé, Jadson (Cruzeiro); Reynaldo (Tombense)

CRUZEIRO - Fábio, Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno, Dodô, Lucas Silva, Ariel Cabral, Thiago Neves (Marquinhos Gabriel), David (Renato Kayser), Jadson e Sassá (Vinícius Popó)

Técnico: Mano Menezes

TOMBENSE - Felipe, Bruno Ferreira, João Victor, Reynaldo, Lincoln Silva, Rodrigo, Lucas de Sá (Vander), Ruan, Everton, Cássio Ortega (Abner), Ricardo Jesus (Edson)

Técnico: Ricardo Drubscky

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade