PUBLICIDADE

Entenda a acusação de 'trabalho oculto' contra Neymar

16 nov 2023 - 12h55
Compartilhar
Exibir comentários

O atacante Neymar virou assunto mundial nesta semana, mas, novamente, não por causa de seu futebol. Segundo o jornal francês "Le Parisien", o brasileiro é acusado de "trabalho oculto" por uma empregada doméstica. A funcionária teria trabalhado, de forma ilegal, com carga horária excessiva, quando o jogador atuava pelo Paris Saint-Germain.

A ex-empregada doméstica trabalhou por um ano e meio em Bougival, no departamento de Yvelines, próximo de Paris. A brasileira de 35 anos pede uma indenização de R$ 2 milhões na Justiça do Trabalho da França.

Empregada acusa Neymar de exploração e trabalho ilegal na França –
Empregada acusa Neymar de exploração e trabalho ilegal na França –
Foto: Vitor Silva/CBF / Jogada10

Entenda a acusação envolvendo Neymar

A empregada, de nome não revelado, começou a trabalhar para Neymar na festa de 27 anos do jogador, em 2019 , quando atuou como ajudante de cozinha. Ela acabou recrutada por outros funcionários do atacante e começou a trabalhar para o atleta fixamente, em maio de 2020.

A ex-funcionária acusa Neymar por não pagar as horas extras remuneradas. Além disso, revelou que precisou trabalhar até 15 dias antes do nascimento prematuro de seu quarto filho e sem acompanhamento médico.

De acordo com o jornal francês, a ex-funcionária anotava suas horas extras em um caderno, já que não possuía um contrato de trabalho. Ela recebia 15 euros (R$ 79 na cotação atual) por hora e trabalhava quase 70h semanais, sem direito a um único dia de folga. A ex-empregada relata também que era responsável por todos os afazeres, inclusive, cortar as unhas dos companheiros do atacante.

Por não ter um contrato de trabalho, a ex-empregada de Neymar recebia o pagamento em dinheiro vivo, para evitar declará-la funcionária para o sistema fiscal local. Além disso, ela não tinha visto de trabalho para permanecer na França. O jornal francês diz que ela ainda buscou um acordo amigável, mas sem sucesso.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade