PUBLICIDADE

Platini e Dinamite estão entre atletas que viraram cartolas

2 nov 2012 07h34
Publicidade

O que fazer quando a carreira nos gramados termina? Alguns jogadores se tornam empresários, outros viram técnicos, mas também existem aqueles que preferem viver o outro lado do futebol e se tornam administradores da bola. Veja alguns exemplos de atletas que viraram cartolas, como Platini, que hoje é presidente da Uefa.

Dentre os jogadores que viraram cartolas. Platini é o mais bem sucedido; atualmente ele é presidente da Uefa
Dentre os jogadores que viraram cartolas. Platini é o mais bem sucedido; atualmente ele é presidente da Uefa
Foto: Getty Images



Platini

Um dos maiores jogadores franceses de todos os tempos, Platini brilhou principalmente na Copa de 1986, ajudando seu país a eliminar o Brasil do torneio. Após pendurar as chuteiras, ele ajudou a organizar a Copa de 1998 e se elegeu presidente da Uefa em 2007, cargo que continua exercendo até hoje.



Juninho Paulista

Revelado pelo Ituano no início dos anos 1990, o craque brilhou no São Paulo, no futebol inglês e na seleção brasileira. Aposentado, ele retornou ao time do interior na condição de administrador, e ainda ajudou a equipe a escapar do rebaixamento fazendo suas últimas aparições em campo.



Rivaldo

Mesmo sem se aposentar, Rivaldo se tornou presidente do Mogi Mirim, clube que esperava defender em 2011. No entanto, uma proposta do São Paulo fez com que ele mudasse de planos, e o jogador acabou desembarcando no Morumbi. Atualmente ele joga no futebol angolano.



Zinho

Zinho deu seus primeiros passos no futebol pelo Flamengo, e depois ainda fez história com a camisa do Palmeiras e pela seleção brasileira na Copa de 1994. Em maio de 2012 foi convidado pelo rubro-negro carioca para ser Diretor Executivo de Futebol, função que continua exercendo até hoje.



Leonardo

Após uma passagem de muito sucesso pelo Milan, o craque passou a ocupar o cargo de consultor de mercado do clube italiano, e foi responsável pela chegada de craques como Kaká, Alexandre Pato e Thiago Silva. Atualmente ele é diretor de futebol do Paris Saint-German.



Dinamite

Considerado o maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite tentou se eleger presidente do clube por diversas vezes, até que em 2008 finalmente conseguiu bater Eurico Miranda nas urnas e tomou posse do mais importante cargo da equipe carioca.



Rivellino

O craque assumiu a função de diretor-técnico do Corinthians no final de 2003. No entanto, durou menos de seis meses no cargo, e acabou abandonando a função por não encontrar respaldo da diretoria para realizar as contratações que desejava.



Zico

O maior ídolo da história do Flamengo tentou repetir o sucesso de Dinamite no Vasco, mas acabou não se saindo tão bem como dirigente. Ele assumiu diretoria de futebol em junho de 2010, prometendo profissionalizar o esporte, concluir o CT e dar melhores condições ao time. Mas deixou o clube em outubro alegando não ser possível fazer tudo o que queria.



Quer saber mais sobre a Copa Coca-Cola?

Então, clique aqui

e confira

Fonte: PrimaPagina
Publicidade