0

Torcedoras pedem igualdade em jogo da Copa América

Jovens compareceram ao duelo vestindo a campanha Go Equal, a mesma utilizada nas chuteiras de Marta na Copa do Mundo de Futebol Feminino

6 jul 2019
16h08
atualizado em 10/7/2019 às 12h29
  • separator
  • 0
  • comentários

Fernanda Floriano (27) e Paloma Gouveia (29) preferiram não vestir as cores da Argentina ou do Chile para acompanhar a disputa do terceiro lugar da Copa América masculina. A torcida das duas era pela igualdade.

“Resolvemos demonstrar apoio ao futebol feminino porque também está acontecendo a Copa do Mundo”, explicou Paloma. Para isso, as duas vestiram camisas com a estampa da campanha Go Equal - a mesma que a jogadora Marta exibiu em suas chuteiras durante a participação brasileira no Mundial. “Essa visibilidade é importante”, completou Fernanda.

O apoio vem em um momento de controvérsia relacionada às duas competições. A atacante dos Estados Unidos Megan Rapinoe, que disputa o título contra a Holanda neste domingo, criticou o fato de as finais da Copa América e da Copa Ouro serem disputadas no mesmo dia da decisão feminina. Para Fernanda, a norte-americana tem todo o direito de reclamar.

Fernanda Floriano e Paloma Gouveia vestiram as cores da campanha Go Equal para acompanhar a disputa de 3o lugar da Copa América em São Paulo
Fernanda Floriano e Paloma Gouveia vestiram as cores da campanha Go Equal para acompanhar a disputa de 3o lugar da Copa América em São Paulo
Foto: Júlia Trindade / Equipe portal

“Tem que haver mais apoio e mais visibilidade para que isso não volte a acontecer”, lamentou.

Na disputa do terceiro lugar da Copa América, no entanto, as duas têm a torcida na ponta da língua. “Chile, com certeza. Não dá para torcer pela Argentina”, brincou Paloma. Argentina e Chile se enfrentam a partir das 16h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Veja também:

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade