PUBLICIDADE

Companheiros de Zúñiga na Europa defendem colombiano

5 jul 2014 - 19h44
(atualizado às 20h42)
Compartilhar
Exibir comentários

Juan Camilo Zúñiga Mosquera é o inimigo número um do País da Copa. Depois da falta dura que fraturou uma vértebra de Neymar e tirou o maior craque do País do Mundial, virou alvo de pessoas furiosas nas redes sociais.

<p>Colombiano Zuñiga dá joelhada nas costas de Neymar durante partida entre Brasil e Colômbia.</p>
Colombiano Zuñiga dá joelhada nas costas de Neymar durante partida entre Brasil e Colômbia.
Foto: Marcelo Del Pozo / Reuters

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Os companheiros de Zúñiga em seu clube, o Napoli, da Itália, foram unânimes ao defender o lateral. "Zúñiga não é assim como estão dizendo, não é maldoso. Ele é um cara legal e simpático", falou o atacante Mertens, da Bélgica. "Foi uma falta normal."

Outro atacante, Higuaín, da Argentina e do Napoli, foi mais reticente sobre o lance. "Pela TV, é um lance muito rápido. Jogo com Camilo, o conheço e minha sensação é que não quis machucar o Neymar. É uma pena, uma grande pena. Para o Mundial e para o Neymar. Não resta nada mais senão desejar uma rápida recuperação e retorno ao futebol", disse o autor do gol da vitória da Argentina sobre os belgas.

"É uma jogada normal. Talvez ele tenha deixado a bola, mas pelo que eu vi e conheço de Camilo, joguei com ele, não há má intenção. Vai fazer uma falta tática e lamentavelmente aconteceu a lesão. Mas são coisas do futebol, que é um esporte de contato físico", analisou Lavezzi, ex-Napoli, hoje no Paris Saint-Germain, da França.

Com a vitória sobre a Bélgica, os argentinos voltam a uma semifinal de Copa do Mundo 24 anos depois. Assim como o Brasil perdeu Neymar, devem perder Di Maria - um de seus principais jogadores - para a semifinal e a final, por causa de uma lesão muscular.

Contusão potencializa sucesso de Neymar nas mídias sociais:

Desculpas

Já a Colômbia se despediu com a melhor campanha em Copas na história, chegando às quartas de final. Neste sábado, dia seguinte à eliminação, Zúñiga soltou um comunicado se desculpando com Neymar.

"Lamento de maneira profunda a triste lesão sofrida por Neymar durante o jogo entre Brasil e Colômbia. Sinto pesar por esta situação resultada por uma ação normal de jogo, na qual não houve má intenção, maldade ou imprudência da minha parte. Quero te enviar uma saudação especial, Neymar. Te admiro, respeito e te considero um dos melhores jogadores do mundo. Aguardo sua recuperação, que se recupere logo para continuar nos motivando a ver no futebol um esporte cheio de virtudes e qualidades, que sem dúvida sempre coloquei em prática em meus 12 anos como jogador profissional", escreveu em sua conta no Instagram.

Outro que mandou mensagem para Neymar e esteve em campo neste sábado foi o argentino Javier Mascherano, companheiro do jogador no Barcelona. "Mandei mensagem, sim. Estou triste por ele, tentei animá-lo e não há muito mais o que fazer. Uma pena."

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade