0

Sheik valoriza trabalho de Kleina e revela sonho pelo 1º gol com a Ponte

22 jun 2017
22h03
atualizado às 22h03
  • separator
  • 0
  • comentários

O gol da vitória da Ponte Preta, nesta quinta-feira, sobre o Cruzeiro, foi marcado por Lucca, mas um jogador também foi crucial para o resultado: Emerson Sheik. O atacante veterano, no auge dos seus 38 anos, correu, dividiu bola, driblou muito e incendiou a torcida no estádio Moisés Lucarelli. Feliz com o desempenho da Macaca, ele valorizou o trabalho de Gilson Kleina para o bom momento da equipe.

Na visão de Sheik, tanto o técnico quanto toda a comissão têm sido muito inteligentes na hora de montar a agenda de treinamentos. Esta organização dos trabalhos tem feito a diferença até para o próprio desempenho individual do jogador.

"Primeiro lugar é engrandecer mais uma vez o trabalho do Gilson (Kleina) e toda a comissão. A semana tem sido uma semana inteligente de trabalho. Acho que essa é a definição", exaltou o atleta, em entrevista ao SporTV.

Leia mais: Corinthians vence o Bahia e passa mais uma rodada na liderança

"Particularmente, me sentindo bem demais, por conta dessa inteligência na programação. E a equipe mais uma vez de parabéns, o Gilson mais uma vez foi feliz na maneira de armar, na motivação que vem fazendo com a equipe. Mérito para nós jogadores, mas vale engrandecer o trabalho do treinador", completou.

Os parabéns do atacante a todo o elenco são facilmente compreendidos. A Ponte tem 100% de aproveitamento jogando em casa no Campeonato Brasileiro e aparece colada na zona de classificação para a Copa Libertadores, com os mesmos 14 pontos do sexto colocado Fluminense.

Este poder alvinegro como mandante também foi lembrado por Sheik, que projetou o confronto das 16h do próximo domingo, contra o Palmeiras, em Campinas. Apesar de ressaltar a qualidade do elenco palestrino, o camisa 11 fez questão de apontar o bom retrospecto ponte-pretano em casa.

"Acho que favoritismo não, porque o Campeonato Brasileiro, ele é muito equilibrado. A gente está falando do Palmeiras que tem um elenco extremamente qualificado e aonde vai o Palmeiras talvez seja o verdadeiro favorito. Mas é óbvio que não dá para esquecer a nossa campanha aqui no Majestoso. Então acredito que será um jogo equilibrado", avaliou.

O vigor físico do atacante impressionou os espectadores da partida contra o Cruzeiro. No entanto, o que mais chamou a atenção foram as três canetas que o atleta distribuiu na partida. Sheik fez questão de minimizar a grandeza do drible e disse que sonha com seu primeiro gol vestindo a camisa do Alvinegro de Campinas.

"Acaba sendo o último recurso, mas as canetas vêm saindo. Eu trocaria pelo gol. Não vejo a hora de poder fazer o meu primeiro gol. Mas eu estou extremamente feliz de estar contribuindo com a minha parcela", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade