PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Thiago Maia passa a usar a camisa 8 do Flamengo após a saída de Gerson

Na próxima partida do Rubro-Negro, o volante deixa a 33 para herdar a numeração utilizada pelo Coringa, a caminho do Olympique de Marseille

24 jun 2021 19h18
| atualizado às 19h18
ver comentários
Publicidade

O bastão de Gerson foi passado para Thiago Maia. Ao menos em relação ao número do uniforme, já que, internamente, foi batido o martelo, e o volante emprestado pelo Lille-FRA passará a usar a camisa 8, que era do Coringa, a caminho do Olympique de Marseille, também do futebol francês. A informação inicial é do site "ge" e foi confirmada pelo LANCE!.

Gerson e Thiago Maia no último treino do Coringa pelo Fla, na última terça-feira (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Gerson e Thiago Maia no último treino do Coringa pelo Fla, na última terça-feira (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Foto: Lance!

No Flamengo desde meados de 2019, Gerson herdou a camisa 8 que era vestida por Cuéllar, que optou por jogar no Al Hilal (SAU). Agora, Thiago Maia deixa a 33 e passa a assumir um número que tem sido marcado por jogadores que criaram identificação com a torcida do Rubro-Negro.

Com o Fla atento ao mercado, mas sem ter feito nenhuma contratação, Rogério Ceni terá que achar uma solução caseira para substituir Gerson nas próximas semanas. Uma opção é Thiago Maia, que voltou a ser relacionado após sete meses, mas não entrou em campo contra o Fortaleza, na última quarta.

Para Ceni, o retorno do novo camisa 8 é importante neste período, mas a torcida deve ter calma com o processo devido ao longo tempo afastado dos gramados.

- Muito importante (a volta de Thiago Maia). Não é um jogador para fazer a função do Gerson, porque ninguém joga tão bem de costas e girando como ele, é diferenciado. Mas o Thiago é um jogador que a diretoria insistiu após a lesão para ficar no Flamengo. Queria ter colocado no jogo, mas a lesão dele não é simples, é complexa. Ele vem treinado bem, mas em um jogo tão disputado e físico na parte final, achei melhor preservar para uma próxima oportunidade.

Agora, Rogério Ceni terá três dias para pensar na primeira escalação do Flamengo na "Era pós-Gerson". O próximo compromisso do clube é no domingo, contra o Juventude, às 11h (de Brasília), no Alferdo Jaconi, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Lance!
Publicidade
Publicidade