PUBLICIDADE

Em má fase, Genoa demite Shevchenko

Ironicamente, golpe de misericórdia foi dado pelo Milan

15 jan 2022 10h08
| atualizado às 10h17
ver comentários
Publicidade

O Genoa anunciou neste sábado (15) a demissão do técnico ucraniano Andriy Shevchenko, que estava no clube havia pouco mais de dois meses.

Shevchenko estava no Genoa havia pouco mais de dois meses
Shevchenko estava no Genoa havia pouco mais de dois meses
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Ele será substituído temporariamente pelo francês Abdoulay Konko, técnico das categorias de base, tendo o italiano Roberto Murgita como assistente.

"O Genoa comunica que o técnico Andriy Shevchenko foi tirado do cargo. O clube agradece ao treinador e sua equipe pelo trabalho desenvolvido com empenho nos últimos meses", diz um comunicado oficial.

Shevchenko havia sido contratado no início de novembro, após a compra do Genoa pelo grupo de investimentos americano 777 Partners, mas não conseguiu vencer nenhuma partida na Série A, onde o clube ocupa a vice-lanterna, com 12 pontos - foram seis derrotas e três empates em nove jogos.

Ironicamente, o golpe de misericórdia em Shevchenko foi dado pelo time de maior sucesso em sua carreira como jogador, o Milan, que derrotou o Genoa por 3 a 1, de virada, pelas oitavas de final da Copa da Itália, na última quinta-feira (13).

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade