0

Diretoria se divide em situação de Mano; Treinador não entregará o cargo

13 jun 2019
20h31
atualizado às 20h31
  • separator
  • 0
  • comentários

Mano Menezes tenta corrigir os problemas do Cruzeiro (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

A situação do Cruzeiro é pra lá de preocupante. Nove jogos sem vencer e uma grande crise técnica, poucas vezes vista com este elenco celeste. A situação faz com que a diretoria se questione se não é o momento para encerrar a história de Mano Menezes na agremiação.

Nas conversas que aconteceram até o momento há uma divisão na cúpula celeste. A Gazeta Esportiva apurou que uma parte quer a saída do técnico, acredita que o problema esteja diretamente ligado ao comandante azul.

Por outro lado, a outra parte percebe a queda técnica, mas confia plenamente no trabalho de Mano Menezes para reverter à situação, como prometeu na entrevista após o duelo contra o Fortaleza, derrota por 2 a 1. A reportagem recebeu a informação, inclusive, que quem assina a caneta está no grupo da confiança no treinador.

Há outro ponto a ser analisado na situação do técnico Mano Menezes. Demiti-lo neste momento representaria uma alta multa que a Raposa teria de bancar. Mas a diretoria celeste trabalha nos bastidores para conseguir dinheiro para pagar os salários de jogadores e funcionários e, portanto, sem a mínima condição de arcar com o custo.

Com uma fonte ligada ao treinador, a resposta é que Mano Menezes não pensa em entregar o cargo. O treinador confia que conseguirá reverter a situação e não pensa, neste momento, em deixar o clube por vontade própria, apenas se a alta cúpula azul não quiser contar mais com seu trabalho vencedor.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade