PUBLICIDADE

Neymar tem boa estreia na Arábia Saudita

Craque brasileiro não faz gol, mas tem atuação satisfatória no primeiro jogo com a camisa 10 do Al-Hilal

15 set 2023 - 17h44
(atualizado às 18h36)
Compartilhar
Exibir comentários
Neymar estreia pelo Al-Hilal e participa de quatro gols
Neymar estreia pelo Al-Hilal e participa de quatro gols
Foto: REUTERS/Ahmed Yosri

Neymar entrou apenas aos 18 minutos do segundo tempo. Mesmo sem estar 100% fisicamente, o camisa 10 do Al-Hilal, líder da Liga da Arábia Saudita, participou de quatro gols em apenas 35 minutos, com ótimos passes e bons chutes. Jorge Jesus escalou o time em um 4-3-3, com os dois volantes Rubén Neves e Milinkovic-Savic, Malcom de meio-campo de ligação, Michael na ponta-direita, Mitrovic de centroavante e o habilidoso (e destaque da partida) Al-Dawsari, aquele que fez o golaço em cima da Argentina na primeira rodada da Copa do Mundo do Catar, no ano passado.

Sem o craque, o Al-Hilal fez 2 a 0 no Al-Riyadh. O atacante Michael jogou muito bem no primeiro tempo. Ele sofreu o pênalti que originou o primeiro gol. Mitrovic cobrou e abriu o placar. O segundo gol foi do lateral-esquerdo Al-Shahrani.

Neymar entrou apenas aos 18 minutos da segunda etapa no lugar de Michael, que não merecia ser substituído, pois era um dos melhores do time. No primeiro toque do camisa 10 da seleção e do Al-Hilal, passe muito bom para Malcom, que achou Mitrovic livre na área, mas o sérvio perdeu oportunidade inacreditável. Logo depois, outro ótimo passe de Neymar para Malcom, que sofreu pênalti. Na verdade, o goleiro do Riyadh, Campaña, deveria ser preso por tentativa de homicídio devido à violência da disputa de bola. Malcom gritou de dor por causa da pancada. O árbitro deu vantagem e o meio-campo de origem, atuando mais como um ala esquerdo, Nasser marcou o terceiro gol da equipe. Al-Hilal 3 a 0.

Neymar errou uma cobrança de falta, mas, no lance seguinte, depois de seis toques na bola em boa ‘quase’ arrancada, deu uma assistência com beleza plástica para o quarto gol. Malcom deixou o dele. Minutos depois, Neymar teve uma chance de marcar. Pela esquerda, driblou um dos marcadores, chutou com força e o defensor adversário colocou a mão na bola. Pênalti. O árabe Al-Dawsari cobrou e ampliou: Al-Hilal 5 a 0. Não teve polêmica, ‘Ney’ deixou o jogador árabe bater. Foi malandro.

Nos acréscimos, Neymar, entrou na área pela direita, chutou, Campaña espalmou e o artilheiro Al-Dawsari fez mais um. 6 a 0. O Al-Riyadh fez o gol de honra com Al-Zaqaan. Placar final: 6 a 1. O craque brasileiro, nitidamente com algum incômodo físico, teve estreia nota 8. Faltou um golzinho. Fica para a próxima.

Abraços boleiros e neymarzistas.

Fonte: PV Ferreira PV Ferreira é editor e jornalista esportivo com experiência em coberturas do futebol brasileiro, sul-americano e europeu, além das modalidades olímpicas e paralímpicas. As visões do colunista não representam a visão do Terra.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade