PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

"Estamos merecidamente na final", diz Daniel Alves

Lateral e capitão destaca a boa atuação da Seleção diante dos mexicanos nas quartas de final dos Jogos Olímpicos nesta terça-feira

3 ago 2021 08h43
| atualizado às 09h01
ver comentários
Publicidade

Nesta terça-feira, após um empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, o Brasil derrotou o México, nos pênaltis, por 4 a 1, e se classificou para a final das Olimpíadas de Tóquio. Para Daniel Alves, a Seleção mereceu a vitória.

Daniel Alves no empate contra Costa do Marfim nos Jogos Olímpicos de Tóquio neste domingo Lucas Figueiredo/CBF
Daniel Alves no empate contra Costa do Marfim nos Jogos Olímpicos de Tóquio neste domingo Lucas Figueiredo/CBF
Foto: Lucas Figueiredo / CBF

"A gente respeita muito o adversário pela forma como luta e trata bem os jogos. A gente já sofreu bastante com esse adversário, mas esse é o futebol. Acredito que tivemos uma atuação muito boa, sofremos quando tivemos que sofrer. Acredito que estamos merecidamente na final", disse.

"O gramado estava um pouco irregular, mas nada serve de desculpa. Para uma equipe que propõe o jogo, quando o campo está assim, tem que sempre dar um toque a mais, as conduções ficam complicadas. Mas não acho que foi um problema, a gente teve as ocasiões, tivemos chances de ganhar o jogo, mas não foi possível. Acho que o destino quis que fosse desse jeito", completou.

Outro membro da Seleção Brasileira que enalteceu a classificação foi o técnico André Jardine. "A gente está de parabéns pelo jogo sólido, corremos poucos riscos. Procuramos o gol o tempo todo, fazendo por merecer. A classificação nos pênaltis, na minha visão, coroa a equipe que procurou passar de fase desde o primeiro momento", afirmou.

"A gente se cobra muito para merecer. Ao final do jogo, ficou a sensação de que a gente merecia. Se tivesse que passar algum time, seria o nosso. Pelas minhas experiências, sempre que atingimos esse nível de merecimento no jogo, as coisas acontecem nos pênaltis também", acrescentou.

O Brasil aguarda o vencedor da outra semifinal, entre Espanha e Japão, para saber quem irá enfrentar na decisão olímpica, que ocorre neste sábado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade