7 eventos ao vivo

São Paulo vence o Botafogo e começa bem o Brasileiro

Partida foi a primeira da edição 2019 da Série A do Campeonato Brasileiro

27 abr 2019
18h01
atualizado às 18h09
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo estreou de maneira bem-sucedida no Campeonato Brasileiro 2019. Na ensolarada tarde deste sábado,no Morumbi, o time dirigido pelo técnico Cuca não encheu os olhos dos mais de 26 mil torcedores que compareceram ao estádio, mas jogou o suficiente para vencer o Botafogo por 2 a 0, com gols de Everton e Hudson.

A partida inaugural do Brasileirão marcou uma série de estreias. Pelo São Paulo, os reforços Alexandre Pato, Tchê Tchê e Vitor Bueno atuaram, enquanto Jonas Toró fez sua primeira aparição como profissional. No Botafogo, o técnico Eduardo Barroca comandou a equipe de forma inédita.

Com seus primeiros três pontos somados, o São Paulo enfrenta o Goiás na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Serra Dourada, pela segunda rodada do Brasileiro. No dia seguinte, a partir das 20 horas, o Botafogo tentará se reabilitar diante do Bahia, no Engenhão.

Comemoração do gol de Hudson, do São Paulo em partida contra o Botafogo, válida pela 1ª Rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio do Morumbi
Comemoração do gol de Hudson, do São Paulo em partida contra o Botafogo, válida pela 1ª Rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio do Morumbi
Foto: Alex Silva / Estadão

O Jogo

Sem contar com os lesionados Luan e Liziero, Cuca colocou Igor Vinícius na lateral direita para armar o meio-campo com Hudson, Tchê Tchê e Igor Gomes. No comando de ataque, Alexandre Pato começou auxiliado por Antony e Everton.

Com a formação nova, o São Paulo teve dificuldades para penetrar na defesa alvinegra no início da partida. Do outro lado, além de pouco incomodar ofensivamente, o Botafogo tornou o jogo violento com faltas duras, tendo três jogadores amarelados em 22 minutos de bola rolando.

Com falta de ritmo, os estreantes Pato e Tchê Tchê pouco apareciam. O atacante carimbou a barreira em cobrança de falta e chegou a marcar de cabeça, mas estava impedido e o gol foi anulado.

Na parte final do primeiro tempo, trocando mais passes, o São Paulo se encontrou e abriu o placar. Aos 40 minutos, Antony recebeu na direita, limpou a marcação e cruzou na medida para Everton testar na entrada da pequena área, sem chances de defesa para Gatito Fernández.

O São Paulo quase ampliou a sua vantagem no começo da etapa final. Aos quatro minutos, Igor Gomes correu pelo meio e acionou Pato na esquerda. O camisa 7 passou pela marcação, foi até a linha de fundo e cruzou para Tchê Tchê chegar batendo. O chute, porém, não saiu forte e Gatito fez grande defesa.

Aos poucos, o time tricolor foi perdendo força ofensiva e chamando o Botafogo para o seu campo de defesa. Cuca, então, colocou Hernanes e Jonas Toró nos lugares de Igor Gomes e Pato. As alterações surtiram efeito, e o São Paulo melhorou. Em seu primeiro toque na bola, o atacante de 19 anos arrancou do campo de defesa, cortou para o meio e soltou a pancada da entrada da área, tirando tinta da trave.

Aos 37 minutos, o time tricolor garantiu o triunfo: após Tchê Tchê recuperar a bola na esquerda, Hernanes fez o pivô para Hudson bater de fora da área e dar números finais à partida. Cuca ainda teve tempo de promover a estreia de Vitor Bueno, que entrou na vaga de Tchê Tchê.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 27 de abril de 2019, sábado

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Assistentes: Guilherme Camilo (FIFA) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

VAR: Héber Roberto Lopes (SC)

A.VAR 1: Emerson de Almeida (MG)

A.VAR 2: Alessandro Rocha de Matos (FIFA)

Público: 26.533 torcedores

Renda: R$ 1.011.231,00

Cartão Amarelo: Jonathan, João Paulo e Pimpão (Botafogo)

Cartão Vermelho: -

Gol:

SÃO PAULO: Everton, aos 40 minutos do 1º tempo, e Hudson, aos 37 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê (Vitor Bueno) e Igor Gomes (Hernanes); Antony, Pato (Jonas Toró) e Everton

Técnico: Cuca

BOTAFOGO: Gatito; Marcinho, Carli, Gabriel e Jonathan; Gustavo Bochecha, Wenderson (Luiz Fernando), João Paulo, Cícero e Pimpão (Igor Cássio); Erik

Técnico: Eduardo Barroca

Veja também:

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade