PUBLICIDADE

Mercedes defende estratégia em relargada na Hungria: "Fizemos a coisa certa"

A Mercedes fez a primeira fila do grid, mas o GP da Hungria foi cheio de altos e baixos para a equipe. No fim, Lewis Hamilton chegou em terceiro, enquanto Valtteri Bottas não completou sequer a primeira volta

1 ago 2021 14h35
ver comentários
Publicidade
Inacreditável! Hamilton alinhou sozinho no grid para a relargada na Hungria
Inacreditável! Hamilton alinhou sozinho no grid para a relargada na Hungria
Foto: Reprodução / Grande Prêmio

A Mercedes não teve um dia fácil no GP da Hungria, apesar do terceiro lugar obtido e dos azares vividos pela rival Red Bull no Hungaroring. Primeiro, Valtteri Bottas causou um enorme acidente na largada e gerou bandeira vermelha. Depois, um erro na estratégia de Lewis Hamilton fez o inglês cair para o fim do pelotão.

Apesar disso, Toto Wolff, o chefe da equipe, defendeu a estratégia aplicada para Hamilton na relargada, quando todo o grid entrou nos boxes para colocar pneus de pista seca, mas só o heptacampeão ficou com os compostos intermediários. Quando fez seu pit-stop, voltou em último.

"Para ser honesto, eu acredito que fizemos a coisa certa. Não há uma única pessoa na equipe que pense o contrário. Como líder, é difícil tomar essas decisões, pois se você é o único a parar, volta em último", disse o dirigente em entrevista à Sky Sports.

Bottas causou uma bela bagunça ainda na largada do GP da Hungria
Bottas causou uma bela bagunça ainda na largada do GP da Hungria
Foto: AFP / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Mas ficamos sozinhos no grid e acabamos errando. O sol secou a pista rapidamente, em uma volta já estava seco. Eu defendo a decisão, poderíamos ter apostado e causado um desastre", completou.

Wolff também comentou o incidente gerado por Bottas na largada, quando bateu em Lando Norris e causou danos em Max Verstappen. Além do finlandês, outros quatro pilotos abandonaram pelo caos gerado na primeira curva.

"Foi um pequeno erro de frear tarde demais, aí acertou Lando e os dois carros da Red Bull. Não é como as coisas deveriam acontecer, mas na chuva é bem complicado", disse Wolff.

"Acho que ele [Bottas] ficou espremido e foi fechado no momento que freava. Então, errou o momento. Como disse, um pequeno erro causou tanto estrago", finalizou.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade