PUBLICIDADE

Mercedes critica discurso da Red Bull após acidente: "Sabem que Verstappen está errado"

Na visão de Andrew Shovlin, diretor da Mercedes, a Red Bull tem plena consciência de que Max Verstappen estava errado no acidente com Lewis Hamilton em Monza

13 set 2021 09h26
ver comentários
Publicidade
Verstappen não demonstrou preocupação com Hamilton após acidente
Verstappen não demonstrou preocupação com Hamilton após acidente
Foto: Mercedes / Grande Prêmio

Ainda com o GP da Itália do último domingo (12) na retina, a Mercedes acredita que a própria Red Bull sabe que Max Verstappen tem culpa pelo acidente com Lewis Hamilton. Andrew Shovlin, diretor de engenharia da equipe de Brackley, levantou o assunto após perceber um certo silêncio vindo de Helmut Marko e Christian Horner.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

"Obviamente temos a impressão que Lewis não fez nada de errado, e Max foi predominantemente o culpado. Se você olhar para o fato que mesmo Helmut e Christian não tentaram culpar Lewis, dá a impressão que eles sabem que Max estava errado, já que eles tentam culpar Lewis em qualquer oportunidade", analisou Shovlin.

Shovlin não vê Hamilton culpado no acidente que "custou uma vitória ou um segundo lugar certo" ao heptacampeão. Após a corrida, os comissários decidiram punir Verstappen com a perda de três posições no grid do GP da Rússia.

Lewis Hamilton deixa o carro após o acidente com Max Verstappen em Monza
Lewis Hamilton deixa o carro após o acidente com Max Verstappen em Monza
Foto: Mercedes / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Saímos daqui com uma sensação que iremos refletir amanhã de que tínhamos um carro para conquistar uma dobradinha aqui. E saímos sem marcar muitos pontos. Penso que devemos ser bem críticos ao nosso respeito", disse o engenheiro.

Em uma análise completa do fim de semana, Shovlin reconheceu que a Mercedes poderia ter tido um desempenho melhor desde a corrida de classificação, vencida por Valtteri Bottas. Por fim, com o nome do finlandês na mente, o engenheiro aproveitou para elogiar o trabalho do piloto que chegou em terceiro no GP da Itália, mesmo largando da última colocação.

"Certamente negamos ao Valtteri a oportunidade de vencer a corrida. Ele fez um trabalho brilhante ao longo de todo fim de semana e certamente foi impressionante sair do fim do grid para o terceiro lugar", elogiou Shovlin.

"Mesmo com Lewis tiveram coisas que poderíamos ter melhorado no início da corrida sprint que lhe custaram muito. É mais um item que entra na nossa lista de coisas para aperfeiçoar. Sabemos que podemos fazer melhor que isso", concluiu.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade