PUBLICIDADE

Ex-rival pelo título da F1, Räikkönen aposta que Hamilton vai ser batido outra vez

Finlandês avaliou que além de contarem com bons carros, os pilotos também precisam contar com um pouco de sorte na Fórmula 1

9 mai 2021 10h14
ver comentários
Publicidade
Kimi Räikkönen hoje roda na parte de meio para trás do pelotão
Kimi Räikkönen hoje roda na parte de meio para trás do pelotão
Foto: Alfa Romeo / Grande Prêmio

Kimi Räikkönen acredita que Lewis Hamilton vai sentir o sabor da derrota outra vez. O finlandês, que conquistou o título de 2007 da Fórmula 1 à frente do heptacampeão, considera que tudo é possível no campeonato.

Vivendo uma era de domínio no Mundial, Lewis lidera o campeonato de 2021 com oito pontos de vantagem para Max Verstappen. Ao contrário dos últimos anos, a Red Bull parece forte o bastante para desafiar a força da Mercedes.

Kimi Räikkönen durante treinos livres da Espanha
Kimi Räikkönen durante treinos livres da Espanha
Foto: Alfa Romeo / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Questionado pelo jornal espanhol Marca se Hamilton pode ser batido, Räikkönen respondeu: "Hamilton foi batido antes e tenho certeza de que isso vai acontecer outra vez".

"Tenho certeza de que se você faz tudo bem, você terá a chance, pois todos cometem erros. Às vezes você se safa disso, outras vezes, não", comentou.

O finlandês destacou, porém, que o Mundial mudou muito desde que lutou pelo título da Fórmula 1 com Hamilton.

"Todos os carros são mais confiáveis do que nos anos anteriores. Você tem de fazer seu melhor com o carro que tem e, às vezes, você precisa de um pouco de sorte. Desde que se mantenha na briga, tudo pode acontecer durante a corrida", ponderou.

Ainda assim, o piloto da Alfa Romeo considerou que os carros atuais não são necessariamente mais desafiadores do que os modelos anteriores.

"Não acho que tenha uma diferença tão grande. O que realmente importa é o quão bom é o carro. Se você tem o melhor carro do grid, é mais fácil pilotar e se adaptar. Sempre foi assim", completou.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade