3 eventos ao vivo

Indy volta a mexer no calendário e adia GP de Mid-Ohio para "setembro ou outubro"

A Indy sofreu mais uma mudança em seu cronograma de 2020 por causa do coronavírus. A rodada dupla de Mid-Ohio, marcada para a próxima semana, agora vai acontecer em setembro ou outubro

1 ago 2020
16h52
atualizado às 16h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Foto: Grande Prêmio

Não está fácil acompanhar o calendário 2020 da Indy. Neste sábado (1), mais uma mudança brusca no cronograma da categoria: o GP de Mid-Ohio, que aconteceria no próximo final de semana, foi adiado, agora previsto para acontecer em setembro ou outubro, de acordo com a nota oficial dos organizadores.

A categoria e os promotores do evento alegaram que a decisão foi tomada em acordo com as autoridades locais de saúde, já que o estado de Ohio é mais um a apresentar crescimento no número de casos de coronavírus. Nas últimas 24 horas, por exemplo, foram registrados por lá mais 1.533 casos e 47 mortes por Covid-19. Curiosamente, a USF2000 e a Pro 2000 chegaram a realizar rodadas triplas na pista durante a semana.

O anúncio do adiamento do GP de Mid-Ohio acontece apenas cinco dias depois da Indy confirmar que a pista de Lexington receberia uma rodada dupla, em decorrência dos cancelamentos das etapas de Portland e Laguna Seca, em estados ainda mais afetados pela nova onda de casos de coronavírus na Costa Oeste norte-americana.

O GP de Mid-Ohio foi adiado
O GP de Mid-Ohio foi adiado
Foto: IndyCar / Grande Prêmio

Com as mudanças no calendário, a Indy não teria mais corridas em setembro, emendando uma verdadeira maratona de cinco corridas em quatro semanas em agosto e mais três em outubro, com o fim do campeonato em São Petersburgo, no dia 25. Agora, sem Mid-Ohio, a maratona cai para três corridas em três semanas, a contar a partir do final de semana de 16 de agosto, na classificação da Indy 500.

Aliás, com o adiamento da etapa em Lexington, todas as atenções se voltam para Indianápolis. A principal corrida do automobilismo americano segue marcada para o próximo dia 23 e, teoricamente, suas atividades começam na terça-feira (11), com treinos livres. A corrida está prevista para ocorrer com apenas 25% da capacidade do autódromo ocupada pelo público.

Já são 4.668.383 casos de coronavírus nos EUA, sendo 66 mil de ontem para hoje. O país passou das 156 mil mortes, liderando ambas as estatísticas mundiais.

Veja também:

Dérbi paulista e Gre-Nal prometem esquentar a quarta-feira de decisões nos estaduais
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade